Como criar GIFs para celular com aplicativos grátis


A moda do momento é enviar GIFs nas redes sociais, melhor que converter vídeos, é criar suas próprias imagens animadas, dessa maneira separamos 3 aplicativos pra você caprichar na produção e compartilhar com os seus amigos nas redes sociais!

Há três formas básicas de criar um GIF com vídeo: colando um link do YouTube, importando um vídeo armazenado no computador ou gravando a tela enquanto assiste ao vídeo que deseja gerar GIF.

GIFMaker
Um app simples e fácil de usar. Nele, você encontra duas opções para criar o seu GIF: a partir de fotos da sua galeria ou gravando um vídeo de até 25 segundos. Além disso, ele disponibiliza efeitos para você deixar o seu GIF mais divertido.

O interessante é que o usuário pode gravar uma nova mídia pelo app e depois transformar em GIFs, adicionando textos coloridos, tamanho, ordem dos frames e mais. Todos os resultados ficam salvos em uma galeria interna e é possível compartilhar nas redes sociais.

GIF Me! Camera
Diferente do anterior, não é possível criar GIFs a partir de fotos e só é permitido gravar vídeos de apenas 14 segundos. Mas, o seu diferencial está nos filtros de cores que podem ser usados durante a gravação. Com interface colorida, o GIF Me! Camera tem opções para alterar a velocidade de exibição das imagens, adicionar textos de diferentes cores, alterar a fonte, colocar bordas, ajustar brilho, contraste e mais.

Boomerang
Esse aplicativo não possui opção para gravar vídeos. Os GIFs são criados a partir de uma sequência de dez fotos automáticas ao apertar o botão de captura. Além disso, o GIF só pode ser publicado no Instagram. O Boomerang já é conhecido por muitos e foi a maneira do Instagram de lançar um app oficial para participar da brincadeira dos GIFs.

Não há segredo: aperte e segure o círculo branco, arrase no movimento e pronto! Dá para compartilhar no Instagram, Facebook e salvar como vídeo no celular! O Boomerang está disponível para iOS e Android.

Criar GIFs animados a partir de vídeos pode ser ainda mais simples do que com fotos. A diferença é que as melhores opções são programas para instalar no computador, já que é preciso mais performance do que um assistente online pode oferecer.

Aplicativos pagos que estão de graça hoje na App Store


5 aplicativos pagos para iPhone que estão de graça hoje nesta quinta-feira, 2.

Entre as opções há gravadores de voz, editores de imagem e até um personal trainer pelo smartphone. Confira a lista abaixo:
1. Adrian James High Intensity Workout


Para quem esperou o fim do Carnaval para começar a se exercitar, uma boa dica é o Adrian James High Intensity Workout. O app promete queimar a gordura de um jeito divertido.

2. Voice Recorder Pro


Para gravar conversas, apresentações, entrevistas ou qualquer tipo de nota, o Voice Recorder Pro é uma boa opção.
3. Vantage Calendar

O diferencial do Vantage Calendar é sua interface, bem diferente da usada pelo aplicativo original de calendários da Apple.
4. Weblock

O Weblock é um bloqueador de anúncios gratuito que remove as propagandas de sites e também de aplicativos e jogos para smartphone.
5. Epica Pro

Mais um editor de imagens que está em promoção nesta quarta-feira. O Epica Pro, no entanto, tem como objetivo deixar as fotos do usuário mais engraçadas. 

Via Digital Trends

Snapseed app editor de imagem do Google a altura do Photoshop só que grátis


O Snapseed é um app grátis do Google com ferramentas completas para edição de fotos, incluindo diferentes filtros. Com interface em português  para baixar, o recurso oferece efeitos com ajustes profissionais para deixar suas imagens perfeitas.

É possível regular brilho, saturação, intensidade, colocar a foto em preto e branco e até adicionar desfoque personalizado. Para quem gosta de registrar selfies, o app reconhece seu rosto para aplicar efeitos de beleza e iluminação, com apenas alguns toques.

Aproveite para deixar as imagens com estilo retrô ou destacar paisagens em HDR. Conheça todas as dicas neste tutorial para celulares Android e iPhone (iOS).

Se sua foto não ficou com a qualidade adequada ou se ela precisa de um toque a mais para ser engraçada, o Snapseed promete resolver esses problemas e transformar uma fotografia simples em uma excelente imagem.

Novidades

• Curvas: nova ferramenta para controle preciso dos níveis de brilho nas suas fotos.

• Rosto: detecção de rostos aprimorada.

• Texto: adicionada a capacidade de forçar quebras de linha em estilos de texto multilinha.

• Preto e branco: qualidade de granulação aprimorada.

• Revelar: compatibilidade total com RAW adicionada para formatos de arquivos de fabricantes (144 modelos de câmera) além do formato DNG.

• Estrutura de menus aprimorada na tela principal.

Acessar Aplicativo

Vivo e Vivendi lança aplicativo Studio+ e já é chamado de Netflix para celular


Em um celebre acordo exclusivo com a Vivo, a Vivendi lançou no Brasil, nesta segunda-feira, 17/10, durante o Futurecom 2016, o que os próprios envolvidos estão chamando de ‘Netflix para celular’, um serviço de streaming de vídeos produzidos especificamente para serem assistidos por meio de smartphones. Nos próximos meses, o serviço chega a outros países da América do Sul, à Europa e aos Estados Unidos.

“Nossa estratégia é ser um provedor de serviços digitais. Já temos quase 80, e 40 milhões de clientes têm algum deles, e no primeiro semestre as receitas foramd e R$ 1 bilhão. Mais de 50% do uso de dados é vídeo e a Vivo ainda não tinha serviço desses”, afirmou o presidente da operadora, Amos Genish.

Chamado de Studio+, o aplicativo é da francesa Vivendi e de início conta com 15 séries, cada uma com 10 episódios de 10 minutos, formato que deve ser mantido. Segundo o presidente da Vivendi, Dominique Delport, a ideia é oferecer séries em seis idiomas, inclusive produções brasileiras, como a Hora do Pergo, que é uma das 15 disponíveis e já tem três temporadas produzidas.

“Pode competir com o Netflix. Claro que precisa um portfolio maior, mas pode muito bem ser o Netflix do mobile. Acho que é algo que vai crescer muito rápido e o fato de termos exclusividade no Brasil por três anos nos dá um grande conforto”, completou Amos Genish.

A exclusividade é no Brasil e deve valer para outros países latino-americanos, mas segundo a Vivendi haverá países com até três operadoras oferecendo. E como explica o vice-presidente da Vivo Christian Gebara, um dos atrativos desse sistema é que ele permite que os clientes baixem todos os episódios para os smartphones e assistam quando estiverem em deslocamento, por exemplo, mesmo off-line. Um vídeo de 10 minutos, em alta qualidade, pode consumir 180 MB – e a Vivo não desconta esse uso da franquia.

“É mais uma resposta da Vivo pela necessidade dos clientes do que uma concorrência com outros meios. A realidade é que as pessoas passam cada vez mais tempo em deslocamento, em espera. Poder ter o celular e assistir um vídeo que é próprio e específico, em tempo certo, definição correta, é uma resposta muito boa. Se vai tirar de outros, só o tempo dirá.” O Studio+ custa R$ 3,99 por semana, para clientes pré-pagos. Ou R$ 12,99 por mês para os pós-pagos.

Informações via convergenciadigital