Comparativo: Citroën C4 Picasso x Kia Sportage 2018


Citroën C4 Picasso x Kia Sportage, quem se sai melhor? Se fosse um comparativo entre os segmentos de utilitários-esportivos, tendo como competidor o Kia Sportage, e minivans, aqui representadas pela C4 Picasso, provavelmente a Citroën não teria a menor chance diante do consumidor, tamanha a euforia despertada pelos “jipes”. Mas o embate é entre modelos para famílias – dois baita carros, aliás. Nesse contexto, as minivans são difíceis de superar, como mostra a acentuada pontuação da vencedora.

O Sportage, feito na Coreia do Sul, é um utilitário que tenta ser um carro de passeio, e consegue isso na maioria das vezes. O Kia tem suspensão traseira independente muito bem acertada, que reduz a rolagem da carroceria, dá estabilidade e segura bem o tranco na hora de passar por buracos.

Na C4 Picasso, produzida na Espanha, o conjunto é inferior atrás, com eixo de torção, mas a altura em relação ao solo menor e o entre-eixos maior em 11 cm o deixam bem assentado no chão.

Em piso bom, o ponto é para a Citroën. Nos buracos, o Kia é melhor – como não há lugar em São Paulo sem “crateras”, a vantagem é do Sportage.

O Citroën é superior no quesito espaço. Motorista e passageiro que viaja na frente ficam mais bem acomodados que no utilitário. Atrás, há assentos individuais na C4 Picasso que efetivamente levam três pessoas. Todos são modulares, o que aumenta o conforto ao evitar aquele “ombro no ombro”. No Kia o espaço é limitado para o eventual quinto passageiro.

Outra vantagem da Citroën está no acabamento. O do Kia também é excelente e muito bem executado, mas o da C4 Picasso está em um patamar acima – é superior no nível dos materiais escolhidos e na quantidade de texturas utilizadas.

Outro ponto vital para as famílias é o porta-malas. O da Citroën tem 437 litros, ou 34 litros a mais que o do Kia. Mas em ambos dá para pegar a estrada sem se preocupar com espaço para a levar as bagagens.

Turbo e desempenho

Quando o assunto é desempenho, uma peça define tudo neste comparativo: um certo “caracol”. Trata-se do turbo ligado ao motor 1.6 a gasolina do C4 Picasso, que gera 5 mkgf a mais de torque, entrando às 1.400 rpm. Já os 20,2 mkgf do 2.0 flexível do Sportage só ficam disponíveis às 4.700 rpm. Na potência, há empate técnico, com de 165 cv na minivan e até 167 cv no utilitário.

Como no peso a C4 também leva vantagem – são 1.405 kg, ante os 1.570 kg do rival, o desempenho da minivan espanhola é superior em arrancadas e retomadas de velocidade. Seja na cidade ou na estrada.

O câmbio automático de seis marchas faz um bom trabalho, no mesmo nível do automático e de seis velocidades do Kia. Portanto, o que poderia atrapalhar (e atrapalhava na antiga C4, que tinha apenas quatro marchas) não o faz agora.

A direção dos dois carros é leve e precisa, mas a do C4 é um pouco mais suave em manobras de estacionamento. Os freios com a ABS também são ótimos, mas o do Sportage tem um pouco mais de assistência e o pedal um pouco mais baixo, no sentido contrário do que se espera de um utilitário.

A lista de equipamentos dos dois é completa, mas a C4 Picasso leva ligeira vantagem por oferecer mais mimos, como câmera de 360° e assistente de estacionamento.

Kia KX3 é aposta da marca para o segmento de utilitários compactos


kia_kx3_2017_17_23062016_2726_960_720

Feito sob a mesma plataforma do Hyundai Creta, o KX3 é a aposta da Kia para o segmento de utilitários compactos. Com porte de Ford EcoSport e Renault Duster, o SUV virá importado da nova fábrica da Kia no México, onde a marca coreana injetou US$ 3 bilhões. Mais de 80% da produção mexicana será destinada a América do Sul e do Norte.

O modelo recebeu um leve tapa no design em setembro, quando foi apresentado no Salão de Chengdu, na China. O KX3 deverá ser equipado com o motor 1.6 litro de 128 cv associado ao câmbio automático de seis marchas – mesmo em conjunto que chegará no hatch e sedã Rio.

Preço: R$ 70 a R$ 90 mil
Estreia: 2° semestre 

Kia Rio 2017 chega nesse semestre importado do México e já tem preço divulgado


Prometido para 2016, o Kia Rio ficará para 2017. Durante o Salão de São Paulo a marca bateu o martelo e afirmou que carro chegará no Brasil no primeiro trimestre do ano e nas carrocerias hatch e sedã. O hatchback tem 4,07 cm, 1,73 m de largura e 1,45 m de altura e o porta-malas engole 325 litros.

kia_rio_pe_my15_outdoor_6_6335_30495

Importado da recém-inaugurada fábrica no México, a família de modelos vai concorrer diretamente com o Ford Fiesta e terá motores 1.6 de 128 cv mesmo do Cerato.

A Kia irá apostar em um novo hatchback no mercado brasileiro, chamado Kia Rio. Agora em sua quarta geração, o compacto é uma espécie de irmão do Hyundai HB20 , por usar a mesma plataforma. Sua estreia mundial será no Salão de Paris (França), que começa no dia 29 de setembro. No Brasil, o lançamento foi adiado para 2017, o que pode fazer com que o modelo não participe do Salão do Automóvel, em São Paulo, entre os dias 10 e 20 de novembro.

As primeiras imagens divulgadas mostram que o Kia Rio ficou muito próximo dos esboços divulgados em agosto. Criado pelo estúdio de design da marca na Alemanha, o hatch ficou mais arrojado, graças à grade “focinho de tigre” mais longa e integrada aos faróis, mais finos e com lâmpadas largas em LED. A fabricante diz que todas as mudanças foram feitas para dar uma impressão de ser um carro grande e espaçoso.

Preço: R$ 70 mil 
Estreia: 1° semestre kia-rio-2017-interior

Kia Sportage 2017 – O que muda, quando chega e preço


Kia Sportae 2017

A quarta geração do crossover será importada do México. Com visual bastante distinto do modelo atual, o novo Sportage ganhou faróis mais integrados à grade, que também foi redesenhado. As luzes diurnas ganharam led. Na traseira, as lanternas estão menores e mais afiladas, acentuando os vincos do porta-malas.

O SUV será quatro centímetros mais longo e com mais 3 cm de entre-eixos. O conjunto mecânico do modelo da marca sul-coreana continuará sendo compartilhado do “primo”Hyundai ix35: motor 2.0 flex de 167 cv e câmbio automático de seis marchas.

O que muda? Nova geração

Quando chega? Julho de 2016