Repelente de água – Glaco Mirror Coat Zero


repeEm dias chuvosos, o grande problema dos motoristas é a redução da visibilidade, principalmente à noite. No para-brisa, um par de palhetas em bom estado e um limpador funcionando corretamente resolvem a questão. Mas aí você vira para o lado, olha para o retrovisor lá fora e… não enxerga nada. O espelho está coberto de chuva, obstruindo sua visão.

Pouco conhecido no mercado, o Glaco Mirror Coat Zero ataca exatamente esse problema: ele é um repelente de água para retrovisores, produzido pela marca japonesa Soft 99.

Para saber como funciona, levamos o produto até o Instituto de Qualidade Automotiva (IQA). A primeiro falha notada foi a falta de instruções completas na embalagem. Ela pede para lavar e secar bem a área antes da aplicação, que deve ser uniforme, e pede para não passar nenhum tecido ou papel sobre a superfície, para não remover a proteção. Mas nada fala do tempo de secagem e da distância de aplicação do spray.

Consultando o site do importador, temos informações mais completas, mas discordantes: um link diz que basta esperar sumir a névoa que se forma sobre o vidro, que está criada a camada protetora. Outro pede para aguardar por mais de 1 hora.

Resolvemos seguir o último conselho: aplicamos o Glaco em dez retrovisores (Peugeot 207, dois Honda Civic e dois Honda Fit), dividindo as peças numa parte com o repelente e outra sem. Depois de pouco mais de 1 hora, borrifamos água e logo notamos a diferença: a metade tratada não estava molhada ou embaçada.

Para testar a resistência do produto, usamos um jato de mangueira nos espelhos. Mas nesse teste ele não se saiu bem. A água voltou a se acumular. “A eficácia do produto não deveria ter sido reduzida assim. Com um jato mais forte, a proteção foi embora”, diz Sérgio Fabiano, gerente de certificação de serviços do IQA.

Ao fim da avaliação, o frasco com 40 ml tratou dez espelhos completos, ao custo de R$ 49,90. Ou seja, são quase R$ 5 por aplicação por veículo. Não chega a ser caro, desde que você não resolva lavar o carro, para não ver sua proteção ir literalmente por água abaixo.

Avaliação:

Glaco Mirror Coat Zero…

Nota: 7

Veredicto: Ele consegue dissipar toda a água, sem deixar que ela se grude no espelho, melhorando a visibilidade. Mas ele não resiste a jatos de mangueira.

Preço médio: R$ 49,90

Renovador de volante para autos – Xavieryssis


XavieryssisCedo ou tarde, os volantes acabam perdendo sua textura original, resultado do ácido úrico liberado pelas mãos e do atrito com a pele. Para piorar, a exposição ao sol acelera esse desgaste. Pensando nisso, alguns fabricantes apostam em produtos específicos para renová-los a um custo médio de R$ 30 o kit, que ainda inclui lixa, aplicador e luva. Dependendo do estado, é possível renovar mais de um volante. Pode ser uma boa economia, considerando que o volante novo de um popular custa de R$ 150 a R$ 300, sem mão de obra.

Antes da aplicação, lave bem a área danificada do volante e aplique somente num ambiente quente e arejado, para secagem rápida”, explica o especialista Márcio Fernandes.

O usuário Jackson Garcia, fez o teste do produto no Fiat Uno de seu filho, cujo volante apresentava sinais avançados de desgaste. “De modo geral, fiquei impressionado com os resultados do produto.”

Nota do especialista: 8,5

“O produto é muito bom. Ele é mais espesso e consegue cobrir melhor as fissuras do desgaste do volante. Mas, dependendo do estado da peça, um potinho não é suficiente. Não tem cheiro forte, tem um aplicador muito prático e secagem rápida.” Pró: aplicador com suporte prático Contra: embalagem simples

Nota do usuário: 8,5

“Assim como os demais, não deixa um forte odor e tem aplicação simples. Para volantes mais gastos, um pote não é suficiente. No fim, gostei do resultado, pois deu uma boa melhorada no volante.”

Preço: R$ 30

Onde comprar:

xavieryssis.blogspot.com.br

Quixx Acrylic Scratch Remover para acabar com faróis embaçados


Cedo ou tarde, automóveis antigos ou que dormem ao relento acabam ganhando faróis embaçados, resultado do desgaste do tempo. E o aspecto riscado ou amarelado afeta não apenas a parte estética, mas também prejudica a capacidade de iluminação. A solução clássica é levar o carro para uma empresa que recupera faróis e lanternas, a um custo médio entre R$ 70 e R$ 100 por peça. Outra opção é apelar para o Quixx Acrylic Scratch Remover, produto que promete que você resolverá esse problema pagando menos e sem sair de casa.

Para comprovar sua eficiência, pedimos ajuda dos irmãos Adriano e Rodrigo Pricoli, que comandam a
Pricoli Car, há mais de 15 anos no ramo de recuperação e pintura de faróis e lanternas em São Paulo. No teste, usamos uma lanterna de Celta 2000 a 2006. Com uma esponja de aço, deixamos a superfície do acrílico fosca, simulando a ação do tempo.

Seguindo as instruções da embalagem, limpamos a lanterna, espalhamos o produto e demos o acabamento com a flanela de algodão que acompanha o kit, fazendo movimentos circulares com pressão forte e constante por 2 a 3 minutos. “Dividimos a peça a ser tratada com uma fita e aplicamos o Quixx só num dos lados. Em poucos minutos, e com pouco esforço, já notamos um ótimo resultado”, afirma Rodrigo. “A lanterna ficou como nova.”

Resolvemos testar outra situação, numa lanterna de Honda Civic 1996 que tinha um risco mais profundo. Nesse caso, deve-se usar antes a lixa d’água que também vem no kit. Outra vez a lente ficou como nova. “Vale lembrar que o produto serve só para peças de acrílico, como lanternas, painéis de instrumentos e a maioria dos faróis”, diz Adriano.

Importado da Alemanha e vendido por R$ 89,90, o Quixx Remover não é caro, pois sua bisnaga de 50 gramas é suficiente para umas dez lanternas pequenas. Bem menos que um reparo convencional, que custará pelo menos R$ 150 só para duas peças.

Cumpre o que promete? Sim

O Quixx Acrylic Scratch Remover tirou todos os riscos das duas lanternas testadas, deixando-as como novas e sem muito esforço.

Onde encontrar?

km555.com.br

Melhor pincel para limpar carros, preços e marcas


Sujeira no cantinho do rádio, poeira entre os botões do vidro, terra nas frestas da porta: isso não tem pano que limpe. É aí que entram em cena os pincéis para detalhamento automotivo, que possuem formas e cerdas próprias para melhorar o alcance.

Confira agora o melhor pincel para limpar aqueles cantinhos do carro aonde o pano e a esponja não conseguem chegar.

Chemical Guys:

chemical

Nota especialista: 8,0

“É muito leve e confortável. Medindo 25 cm, possui cerdas bem macias, mas perdeu 0,5 ponto por ter acabamento de plástico, o que pode danificar algumas peças.”

Pró: cerdas macias e resistentes

Contra: acabamento de plástico duro

Nota usuário: 9,0

“Gostei porque as cerdas têm tamanho e densidade perfeitos para alcançarem as saídas de ar do sistema de ventilação. Mas faltou o acabamento externo macio para evitar que risque partes plásticas e pintadas.”

Preço: R$ 40