Conselho Nacional de Previdência aprovou a redução do teto da taxa de juros nas operações para aposentados e pensionistas – Crédito consignado


Já em vigor a partir de hoje, 3 de abril, as novas regras de limite de taxa de juros nos empréstimos consignados (com desconto em folha) para aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Soical) e servidores públicos.

De acordo com o governo, a medida permitirá a migração de dívidas mais caras, como as de cartão de crédito, por exemplo, para uma modalidade mais barata e até mesmo estimular novas concessões.

Em termos anuais, a queda é de 5,1 pontos percentuais, passando de 48,7% para 43,6%.

Uma portaria do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, publicada hoje no “Diário Oficial” da União, reduziu pela primeira vez desde que foi criado em 2008, o teto para a taxa de juros nas operações de crédito consignado para servidores. O teto, que sempre foi de 34,5% ao ano, cai para 29,8% ao ano, representando uma redução de 4,6 pontos percentuais. Ao mês, o teto passa de 2,5% para 2,2%.

Como funciona

O crédito consignado é uma das modalidades de menor custo do mercado. Em fevereiro de 2017, o saldo total de empréstimos consignados atingiu R$ 291,4 bilhões, dos quais aproximadamente 94% destinados a servidores públicos (R$ 169 bilhões) e aposentados e pensionistas do INSS (R$ 104 bilhões).

A redução do teto das taxas de juros permitirá que servidores públicos, aposentados e pensionistas, que tenham dívidas caras, pagando até 15,88% ao mês em cartão de crédito rotativo, substituam esse crédito pelo consignado, passando a pagar bem menos.

Segundo o governo, considerando que, neste ano, as concessões de empréstimos consignados permaneçam no mesmo patamar de 2016, estima-se que o pagamento de juros por parte de servidores, aposentados e pensionistas nas novas operações pode ser reduzido em até R$ 3,7 bilhões.

COMO CONTRATAR UM EMPRÉSTIMO CONSIGNADO

Se você se interessa pelo empréstimo consignado, saiba que para contratá-lo você terá que assinar um contrato, juntamente com a empresa em que trabalha e a instituição consignatária, para que possam autorizar a realização dessa formalização de crédito consignado.

Mas atenção! Fique atento quando for contratar o empréstimo consignado, pois não são raras as instituições que cobram a taxa de abertura de crédito, agindo de má fé, já que isto não é permitido. Para não cair nessa “armadilha”, consulte o site do Ministério da Previdência Social ou do Banco Central do Brasil, pois estes mostram as taxas de juros que devem ser praticadas pelas financeiras ou pelos bancos.

    O CNPS - CONSELHO NACIONAL DE PREVIDêNCIA SOCIAL

    Reunião do cnps em brasília no dia 13/11/2012.

    04 - BNDES, BB E CONSELHO NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR - CNPC - CONHECI ..

    Inscreva-se: https://www.youtube.com/estudanteestuda curta: https://www.facebook.com/estudanteestuda. inscreva-se: https://www.youtube.com/deividlouc...

    CPIPREVI - CPI DA PREVIDêNCIA - 13/07/2017

    Balanço do primeiro semestre. participe: http://www.senado.leg.br/ecidadania. envie comentários ou perguntas por meio do portal e-cidadania e do alô ... Tudo sobre Conselho Nacional de Previdência aprovou a redução do teto da taxa de juros nas operações para aposentados e pensionistas – Crédito consignado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *