Depois que a grana acabou Lula treina para ser comediante


Lula depois que o dinheiro fácil das empreiteiras pararam de jorrar no seu partido, o PT, P de partido e T de qualquer coisa ruim ai, está falante e indo para o lado cômico.

O ex-presidente falou em um discurso qualquer para seus alienados que quem criou o “mensalão” foi FHC, pode até ter sido, mas porque o companheiro não emendou dizendo que quem aperfeiçoou, que escandalizou foi ele e sua tropa?

 

    CAPíTULO 4 VERSíCULO 3 - RACIONAIS MCS

    Capítulo 4 versículo 3 - racionais mcs.

    MODESTIAPARTE - GOLES PERDIDOS (PROD. KIZZY & PAPATINHO) [OFFICIAL VIDEO]

    Available at itunes: https://goo.gl/twn56t apple music: https://goo.gl/twn56t spotify: https://goo.gl/hyw7at amazon: https://goo.gl/pdkfnq google play: ...

    COMO GANHAR DINHEIRO COM O PICPAY! (PASSO A PASSO)

    Ganhe dinheiro com o picpay! ▻ vocÊs nÃo sÃo obrigados me pagarem para ganhar o cÓdigo de vocÊs, se vc quiser me pagar, ... Tudo sobre Depois que a grana acabou Lula treina para ser comediante

2 respostas para “Depois que a grana acabou Lula treina para ser comediante”

  1. Embora não se justifique a nenhum Presidente ou partido não fiscalizar e impedir transgressões de seus afiliados enquanto lhe rendem dividendos, acho muito curioso o Sr. Yusséf estar sendo considerado o astro figurante e o condutor de investigações por suas denúncias “premiadas” , visto que no caso da falência dos bancos ( Banestado PR) ter sido outrora, o integrante ativo nos desvio , fraudes e remessas para o exterior , onde posteriormente preso , réu confesso condenado e também “premiado”. Ao que me parece , no Brasil , um reincidente em crimes de corrupção, recebe diversas premiações e passa a ser verdadeiro.

  2. País
    Hoje às 11h56 – Atualizada hoje às 12h15
    Lula: “Quem criou o mensalão foi o governo FHC”
    Em São Bernardodo Campo, ex-presidente diz que corrupção não é inerente a um só partido
    Jornal do Brasil
    +A-AImprimir
    PUBLICIDADE

    O ex-presidente Lula fez duras críticas aos delatores da Operação Lava Jato, na noite desta terça-feira (12/05), num encontro fechado diante de cerca de 300 jovens do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo. Para o petista há um risco de que a mídia transforme bandidos em mocinhos.

    O ex-presidente já havia divulgado uma nota afirmando que é “inacreditável” que o Brasil tenha virado refém de um “bandido com oito condenações” e sem autoridade moral, se referindo ao doleiro Alberto Youssef que citou seu nome em delação premiada na CPI da Petrobras, no dia anterior (11/05).

    O ex-presidente afirmou também que a corrupção “não é inerente a um partido” e apontou que “os empresários que dão dinheiro para o PT são os mesmos que dão dinheiro para todos os outros partidos”. Lula criticou o discurso da oposição lembrando que “quem criou o mensalão foi o governo FHC, quando estabeleceu a reeleição”.

    Lula também declarou que é contra a redução da maioridade penal e a criminalização da maconha e do usuário, mas a favor da punição do traficante. O líder petista defendeu o ajuste fiscal do governo, e que ele seja explicado à sociedade. Segundo ele, o ajuste poderia ter sido feito em negociação com as centrais sindicais, evitando problemas no Congresso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *