Dieta para tempo de crise ou falta de dinheiro


Quando a gente fala em dieta logo se pensa nos novos alimentos que vão entrar no cardápio, gastar uma boa grana e na extensa e cara lista de compras. É verdade que muita coisa recomendada por nutricionistas custa caro e pesa no bolso, ainda mais em tempos de inflação em alta.

Mas é perfeitamente possível se alimentar bem, de maneira equilibrada, e ter uma vida saudável sem deixar rios de dinheiro nas lojas de produtos naturais e nos supermercados.

O mesmo acontece com a malhação. “Não tenho grana para pagar um personal” não passa de uma velha desculpa para quem resiste a incorporar exercícios físicos ao seu dia a dia.

É claro que malhar com a orientação de um treinador exclusivo é um upgrade. Na falta dele, porém, e desde que haja supervisão de um educador físico, também é possível colocar o corpo para se mexer: na praça perto da sua casa, no quintal, na praia, no parque e na academia.

Segundo nutricionistas, uma dieta saudável não precisa ser recheada de produtos difíceis de serem encontrados ou com receitas complicadas. Pelo contrário. A dieta interessante é fácil e prática, e sim, aquela personalizada por um nutricionista, já que as necessidades de cada um são diferentes.

Confira alguns dos alimentos que não devem faltar em uma dieta saudável:

Feijão com arroz: É um clássico do cardápio para a formação de massa magra. Presença obrigatória na culinária brasileira, a dupla é rica em aminoácidos essenciais. O feijão é rico em lisina e o arroz rico em metionina.

Segundo nutricionistas, consumidos na dosagem correta (que varia para cada pessoa), o feijão e arroz também a participar de inúmeras funções, entre elas a síntese proteica, que ajuda na formação e recuperação muscular. O arroz, além de fornecer aminoácido, é uma ótima fonte de carboidrato complexo, que gera energia para o bom funcionamento do metabolismo.

Ovo: Segundo a nutricionista Cintia Azeredo, é uma ótima fonte de albumina, proteína de alto valor biológico encontrada na clara. Muito utilizada em suplementos, auxilia na manutenção, contração, força e ganho de massa muscular. A gema, antes considerada vilã, atua na melhora da imunidade. Fornece ferro, vitaminas A, D e K, carotenoides e outros nutrientes.

Batata Doce: Possui carboidrato de baixo índice glicêmico, liberando energia de forma lenta. É uma grande aliada para quem pratica atividades de longa duração, já que ajuda a preservar a massa muscular e a manter um bom desempenho até o final do exercício.

Leite em Pó: Você não precisa gastar R$ 200, R$ 250 para comprar Whey Protein. Segundo alguns nutricionistas, o leite em pó instantâneo (usado na dosagem recomendada, que varia de acordo com cada um), pode substituir o caríssimo produto com resultados similares.

Frango: É excelente fonte de proteína. Ajuda na recuperação e no crescimento muscular. Tem menos gordura que outras carnes, principalmente na região do peito. Deve ser consumido sem a pele.

Banana: Dez entre dez nutricionistas afirmam que a fruta tem alto índice glicêmico e fornece energia de forma rápida. Segundo Cintia Azeredo, a fruta tem fácil digestão e é rica em vitaminas e minerais que auxiliam na memória e na redução de cãibras. Também reforça a imunidade.

Açaí: Segundo a  nutricionista Cristiane Coronel, é rico em vitaminas e minerais, com destaque para o ferro. Possui grande concentração de fitoesteróis, antocianinas e magnésio. Pode ajudar a reduzir a pressão arterial. A fruta é calórica, mas as calorias são provenientes de gorduras boas, como as mono e poliinsaturadas. É preciso ter cuidado na hora de consumir com “acompanhamentos” pouco recomendados, como o leite condensado.

Abacate: Apesar de ser uma fruta calórica, o abacate é uma ótima fonte de gordura monoinsaturada, vitamina E, vitamina C, ácido fólico, ferro, fósforo, magnésio, entre outros nutrientes, que atuam na saúde como anti-inflamatório natural, combatendo infecções ajudando no controle dos níveis de LDL e HDL colesterol. A fruta funciona ainda como protetora do coração, evitando doenças cardíacas e o acidente vascular cerebral.

E, se sobrar algum dinheiro, o nutricionista Daniel Costa recomenda a compra de aveia e linhaça, dois aliados importantes para o bom desempenho intestinal. A aveia é rica em proteínas, ômega 3, potássio e fibras solúveis. Ajuda a “limpar” as artérias, controlando os níveis de colesterol. Aumenta a sensação de saciedade.

A linhaça é rica em ômega 3 e 6, fibras, gorduras mono e poliinsaturadas, magnésio, fósforo e potássio. Protege o coração e controla a liberação de glicose na corrente sanguínea. Também aumenta a sensação de saciedade.

Informações via clicfolha.com.br

    COMO MANTER A DIETA EM TEMPO DE CRISE - PROGRAMA SINCOVAT

    Em tempos de inflação e crise econômica, a iniciativa de ser saudável vai pesar mais no bolso dos consumidores em 2016. confira dicas para substituir alguns ...

    DIáRIO DA DIETA DE ENGORDA #4- CRISE DE ANSIEDADE, TERAPIA, ATUALIZAçãO | MOR ..

    Assista em hd* 4º episódio da série ''diário da dieta de engorda''. no vídeo de hoje vim atualizar o meu peso e contar um pouco sobre o que aconteceu ...

    A DIETA DA CRISE / A DIETA PRáTICA - ABACATE RECHEADO

    Esta é mais uma receita para uma refeição super saudável e saborosa. Tudo sobre Dieta para tempo de crise ou falta de dinheiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *