Economia em apuros: clima econômico é o pior desde 1991


Dilma perdida, cenário ainda pode piorar bastante. O Indicador de Clima Econômico (ICE) brasileiro atingiu em julho o menor nível desde janeiro de 1991, aos 55 pontos, informou ontem a Fundação Getúlio Vargas (FGV). A perspectiva cada vez menor para o crescimento da economia do País este ano foi o que mais pesou para o resultado.

O índice é medido no âmbito da Sondagem da América Latina, realizada pela FGV em parceria com o instituto alemão Ifo. Na região, a percepção sobre o ambiente de negócios também piorou, mas em menor medida. No conjunto de países latinos, o ICE caiu 7% em relação abril, para 84 pontos.
No caso do Brasil, o recuo foi de 22,5%, também em comparação a abril. A pesquisa é apurada a cada três meses, junto a analistas do mercado financeiro e alguns agentes de bancos centrais, sem ligação política ou partidária.

Segundo a economista Lia Valls, do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da FGV, o resultado foi influenciado pela percepção sobre o momento atual e pelas expectativas. “O que pode realmente ter influenciado muito foi a perspectiva de menor crescimento econômico. Isso é algo que pesa”, disse.
“Temos a informação do mercado. A cada semana que sai, (a expectativa para) o PIB (Produto Interno Bruto) é revisado para baixo. Há perspectiva de que a balança comercial vai piorar, a inflação está elevada”, disse.

Na segunda-feira, o grupo formado por profissionais de cerca de 100 instituições financeiras consultados pelo Banco Central (BC) reviu para baixo a estimativa de crescimento neste ano pela 11.ª vez consecutiva. O Boletim Focus, relatório divulgado semanalmente, mostrou que o PIB deve ter expansão de apenas 0,81% em 2014.
A piora do ICE brasileiro ocorre principalmente por fatores domésticos, ressaltou Lia. “Houve aumento muito grande no peso que se dá aos problemas que o Brasil tem, como inflação, falta de confiança no governo, problemas que antes não eram apontados como tão complicados para o País. Antes, era o problema da falta de competitividade”, citou.

    JAPãO: BANCO CENTRAL MANTéM POLíTICA DE ESTíMULO à ECONOMIA - ECONOMY

    O banco do japão anunciou que vai manter a política de estímulo à economia. a instituição mantém o plano adotado em 2013, apesar da valorização do iene, ...

    ECONOMIA JAPONESA EM RECESSãO

    A economia japonesa entrou em recessão no terceiro trimestre. uma contrariedade que vai obrigar o governo a rever o projeto de um novo aumento do iva e, ...

    DESPACITO - LUIS FONSI FT. (VERSãO EM PORTUGUêS)

    Despacito – letra (versão em português) oh, oh no, oh no yeah sim, sabe que eu estive admirando você tenho que bailar contigo hoje vi que os seus olhos já ... Tudo sobre Economia em apuros clima econômico é o pior desde 1991

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *