Economia: para manter padrão ou aparência brasileiros estão cada vez mais endividados


Que estamos passando por um período de crise ou acomodação de preços, só louco que negam, a situação não está boa principalmente para classe média alta, a  inflação em alta fez com que os paulistanos se endividassem mais para manter o padrão de consumo. É o que mostra pesquisa de Fecomercio-SP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo), que diz que mais da metade das famílias paulistanas estão endividadas.

O número de famílias endividadas em janeiro deste ano chegou a 1,963 milhão, um avanço de 12,1% em relação ao mesmo mês de 2013. Com isso, o percentual chegou a 54,7% do total de famílias, contra 48,8% em janeiro de 2013.

“Para manter o padrão de consumo, o paulistano teve que se endividar mais”, diz Fernanda Della Rosa, assessora econômica da Fecomercio-SP. Ela cita as despesas com alimentos como um dos fatores que fizeram crescer o número de famílias endividadas.

contas-pagar

No ano de 2013, os meses de maior endividamento foram abril e maio, com 57,1%. Segundo Della Rosa, uma das causas para o crescimento do índice é a alta da inflação. O IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), a inflação oficial do país, ficou em 6,49% em abril e 6,50% em maio. A alta do dólar, de acordo com ela, também colabora com o cenário.

O grupo alimentação registrou alta de 8,48% no ano e foi um dos principais responsáveis pelo avanço do índice.

Embora seja o maior percentual registrado no primeiro mês do ano desde 2007, quando a taxa chegou a 57,9%, o índice não é considerado assustador por especialistas.

“Janeiro costuma ser um mês crítico por causa do acúmulo das dívidas. Além disso, não tem mais o 13º salário e o consumidor tende a adquirir novas dívidas com gastos escolares, férias e impostos”, diz Della Rosa.

O índice de endividamento, apurado desde fevereiro de 2004, teve sua alta mais expressiva em junho do mesmo ano, quando chegou a 72,1%.

  • Quem são os inadimplentes?

Segundo a pesquisa, o cartão de crédito continua sendo a principal fonte de dívida; 69,5% dos endividados possuem débitos nessa modalidade. Em segundo lugar vêm os financiamentos de veículos e os carnês, com 19,6% e 17,1%, respectivamente.

A maioria das famílias endividadas, 57,4%, tem renda de até 10 salários mínimos. As famílias com mais de 10 salários mínimos que admitiram possuir dívidas voluntárias de consumo respondem por 47% dos entrevistados.

O indicador ainda revela que 40,1% das famílias endividadas possuem dívidas por mais de um ano.

Via Folha

    SEGREDO REVELADO: 10 TRUQUES PARA ECONOMIZAR DINHEIRO

    Como economizar dinheiro??? sonhos: comprar um carro, uma casa, pagar uma faculdade, viajar pelo mundo.... por que algumas pessoas não conseguem ...

    SISTEMA FINANCEIRO MUNDIAL

    O sistema financeiro mundial antes de 1944 utilizava o ouro como padrão contra o qual as outras moedas eram indexadas. assim as notas de papel, eram ...

    PLANEJE SUAS FINANçAS COM O MéTODO DOS ENVELOPES! SéRIE SAINDO DO BURACO EP # ..

    Como planejar suas finanças sem usar planilhas? o método dos envelopes é muito útil para aquelas pessoas que tem dificuldade em manter planilhas de ... Tudo sobre Economia para manter padrão ou aparência brasileiros estão cada vez mais endividados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *