NovasdoDia » Ford » Ford Focus 1.6 SE Plus 2016

Ford Focus 1.6 SE Plus 2016

Por fora, a principal diferença do Ford Focus SE Plus para a versão topo de gama Titanium é a grade frontal mais simples. Ela ganhou o formato trapezoidal que caracteriza todos os carros globais da Ford (no Brasil, Ka, Fiesta e Fusion), e que muita gente descreve como “emprestada” dos Aston Martin. De resto, tudo (quase) igual; da coluna A para trás houve pequenas alterações no porte das lanternas e no contorno do parachoque.

Antes de virar a chave na ignição (e de pisar no freio e na embreagem, gestos necessários para o Focus ligar), vale a pena se deter na sensação provocada por sua cabine sóbria, em que predominam tons neutros e onde o motorista é o rei: o carro “veste” bem, coloca o condutor no comando de forma natural e até passa a impressão de ser maior e mais pesado do que realmente é. Itens como bancos em couro e ar-condicionado de duas temperaturas são cruciais para diferenciar o Focus mesmo num pacote “quase” de entrada: R$ 71.900, ou R$ 2.000 a mais que o pacote SE. Também são acrescentados nesta versão rodas de liga leve 17″ exclusivas, airbags laterais, sensor de estacionamento traseiro, controle de velocidade de cruzeiro e limitador de velocidade.

A SE Plus herda da SE os seguintes equipamentos: controle eletrônico de estabilidade e tração (sistema AdvanceTrac, que inclui sistema de estabilidade preventivo, assistente de partida em rampas, controle de torque em curvas e aviso de pressão baixa dos pneus), freio a disco nasquatro rodas com ABS e EBD e sistema de conectividade SYNC com tela colorida de 4,2″, AppLink, assistência de emergência, faróis de neblina, acendimento automático dos faróis, espelho retrovisor eletrocrômico, sensor de chuva e chave programável MyKey.

Com o Focus SE Plus em movimento, nota-se rapidamente que o motor Sigma 1.6, na ocasião abastecido com gasolina, é mais do que suficiente para garantir saídas vigorosas, retomadas seguras (ultrapassagens na estrada são feitas sem nenhum problema com a trivial redução de quinta para terceira marcha) e aceleração homogênea.

Onde permitido, trafega-se em cruzeiro de 120 km/h quase sem notar o ruído do propulsor.

O câmbio manual de cinco marchas certamente casaria mal com o motor de 2 litros, mas junto ao Sigma ele trabalha suavemente, com pedal de embreagem muito leve. Tem a vantagem óbvia de permitir trocas de marcha ao gosto do freguês, inclusive para tocada mais esportiva; em contrapartida, dirigir no anda-para do tráfego urbano sempre é mais penoso sem câmbio automático, e isso deve tirar um pouco do gostinho de ter um carro com tanta “presença”. (A Ford diz que a demanda pelo 1.6 PowerShift era baixa, não compensando mantê-lo na gama.)

O comportamento dinâmico do Focus é preciso: a direção com assistência elétrica obtém respostas imediatas das rodas, e curvas são contornadas sem escapar. Mas o que impressiona mesmo é como o ajuste das já citadas suspensões também é capaz de garantir conforto: a absorção de impactos é quase total, como se o carro trafegasse a maior parte do tempo sobre um tapete. Mesmo em pisos irregulares o incômodo, se houve, foi mínimo. E isso num carro com rodas de aro 17 e pneus relativamente baixos.

Conclusão:

O principal desafio deste Focus SE Plus será convencer o cliente de que a renovada beleza exterior e a incorporação de itens de conforto e segurança, bem como o preço acima dos R$ 70 mil, não estão em conflito com um motor de cilindrada que muitos consideram insuficiente num carro desse porte (4,36 m de comprimento, 2,65 m de entre-eixos e peso de 1.825 kg).

Ressalvando que nosso test-drive foi feito somente com o motorista a bordo, dá para dizer que é um temor sem fundamento. Os 131/135 cv e 16,2/16,7kgfm de torque do Sigma 1.6 (gasolina/etanol) são mais do que suficientes para mover esse carro; e é bom ir se acostumando com motores cada vez menores, com ou sem turbo, em carros que antes não podíamos imaginar sem um 2 litros ou mais. A receita da Ford está correta. Podemos questionar, novamente, a ausência de uma transmissão automática, mas o Focus SE Plus já entrega muita coisa.

Preço: R$ 71.900

Ficha técnica:

Motor: dianteiro, transversal, quatro cilindros, 16 válvulas, 1.596 cm3, comando duplo variável, flex;
Potência: 131/135 cv a 6.500 rpm;
Torque: 16,2/16,7 kgfm a 3.500 rpm;
Transmissão: manual de cinco marchas, tração dianteira;
Direção: elétrica;
Suspensão: independente McPherson na dianteira e multilink na traseira;
Freios: discos ventilados na dianteira e discos sólidos na traseira, com ABS, ESP;
Rodas: aro 17″ com pneus 215/50 R17;
Peso: 1.310 kg;
Capacidades: porta-malas 316 litros, tanque 55 litros;
Dimensões: comprimento 4.360 mm, largura 1.823 mm, altura 1.469 mm, entre-eixos 2.648 mm

ff2


A Ford do Brasil começou seus primeiros investimentos em 1919, sendo a primeira produtora de automóveis a se instalar no Brasil. Possui atualmente fábricas nas cidades paulistas de São Bernardo do Campo, Taubaté e sede na cidade baiana Camaçari (BA), além de um campo de provas na cidade de Tatuí - SP.

    FORD FOCUS SE PLUS 1.6 – AVALIAçãO

    Avaliação do ford focus hatch se plus 1.6.

    FORD FOCUS 1.6 MANUAL COM ARNALDO KELLER

    Leia a matéria do arnaldo keller: http://www.autoentusiastas.com.br/2016/05/ford-focus-hatch-16-2016-uso-com-video/ leia a matéria do juvenal jorge: ...

    MARCELO TECHIO # FOCUS 1.6 SE PLUS MANUAL C/ SYNC 3

    Desculpa ai pessoal minha cÂmera nÃo sei que deu o Áudio estÁ dando uma panes. Tudo sobre Ford Focus 1.6 SE Plus 2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *