Imagens íntimas é compartilhada po 60% de interenautas no Brasil



O mundo da web, especialmente das celebridades e porque não as subs-celebridades depois do vazamento de fotos de estrelas de Hollywood ficaram em pânico.

Vazamento de fotos íntimas não é privilégio de celebridades. Expor fotos e vídeos reveladores é um comportamento cada vez mais comum entre os brasileiros. Na maioria dos casos, as intimidades costumam ser compartilhadas com parceiros. Para 76% dos que enviam conteúdo íntimo, é comum enviar fotos e vídeos a parceiros,  enquanto 17% compartilham com desconhecidos.

Porém, a maioria (91%) confia plenamente que seus parceiros não enviarão conteúdo íntimo ou informações privadas para outras pessoas.  Quando o relacionamento termina, 75% afirmam pedir ao parceiro que apague as informações.

icarlyEsses dados fazem parte de uma levantamento feito pela McAfee, empresa integrante da Intel Security, sobre o comportamento dos usuários para se protegerem dos ataques de hackers. A pesquisa envolveu 500 consumidores brasileiros, no início do ano, e constatou que a maioria das pessoas pode estar correndo o risco de ter conteúdo íntimo exposto na internet.

De acordo com o estudo, 62% dos entrevistados disseram que enviam ou recebem conteúdo privado, incluindo vídeos, fotos, e-mails e mensagens. E a maioria (61%) das pessoas que recebem costumam armazenar esse conteúdo.

Quando o assunto é proteção para os dados em smartphones, 82% afirmam usar senha ou código de acesso. No entanto, 43% compartilham essas senhas com o parceiro,  e 49% usam a mesma sequência em vários dispositivos, o que aumenta a probabilidade de estes serem hackeados. Além de senhas, 60% dos entrevistados diz compartilhar com o parceiro o conteúdo do smartphone e 63% compartilha também contas de e-mail.

Na amostra, o compartilhamento de conteúdo pessoal se desdobra em textos sugestivos, fotos de nudez, vídeos e senhas, que podem potencialmente estimular o cyberstalking. Trata-se de uma prática criminosa que consiste no uso de ferramentas tecnológicas para perseguir ou assediar uma pessoa devido a exposição de conteúdo privado.

jennifer-lawrence-naked-nude-debateA faixa etária entre 18 a 24 anos é a mais preocupada em acompanhar o que o parceiro faz na internet. Para 79% dos entrevistados, é comum olhar o celular do seu parceiro e verificar  o conteúdo armazenado nele, incluindo mensagens e fotos. As pessoas que dizem entrar na conta do Facebook de seu parceiro, pelo menos uma vez por dia, somam 27%, enquanto 39% dos entrevistados admitiram também bisbilhotar o ex nas redes sociais.

Para dificultar o vazamento, é preciso evitar o uso de senhas fracas, facilmente descobertas, como datas de aniversários, números em sequência ou números repetidos. Senhas de seis dígitos e letras transformadas em números são formatos mais seguros.

Veja os destaques da pesquisa no infográfico: clique aqui.

[feed url=”http://www.sky.com.br/servicos/Guiadatv/rssGradeProgramacao.ashx?qChave=8388″ number=”15″]

    ESTA ARTISTA DEIXOU QUE O PúBLICO A USASSEM POR 6 HORAS. O QUE FIZERAM COM ELA ..

    Esta artista deixou que o público a usassem por 6 horas. o que fizeram com ela no final, foi realmente doentio. e-mail para contato: ...

    POUCO ANTES DE FALECER, ELA FEZ UM úLTIMO PEDIDO “MORRER BONITA”. AS FOTOS ..

    Pouco antes de falecer, ela fez um último pedido: “morrer bonita”. as fotos compartilhadas por sua família em seguida, emocionou a internet. para patrocinar ...

    CRIME NA REDE: INTIMIDADE COMPARTILHADA

    Na maioria dos casos, as vítimas de crimes virtuais relacionados a sexo são mulheres. a jornalista do paraná, rose leonel, teve a vida arrasada por um ... Tudo sobre Imagens íntimas é compartilhada po 60% de interenautas no Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *