Netflix não para de crescer: ganha 19 milhões de assinantes e lucro líquido de US$ 67 milhões


A operadora de streaming  Netflix surpreendeu o mercado e ganhou mais 7,05 milhões de assinantes no quarto trimestre, informou a empresa nesta quarta-feira em seu balanço trimestral. O crescimento foi puxado pelo acréscimo de 5,12 milhões de contas fora dos EUA, número bem superior aos 3,78 milhões esperados pelo mercado. Com isso, o serviço de streaming fechou 2016 com 93,8 milhões de assinantes, 19 milhões a mais que em 2015.

A empresa também turbinou seu faturamento, que chegou a US$ 2,4 bilhões no quarto trimestre, alta de 41% em relação ao mesmo período do ano passado. Já o lucro líquido ficou em US$ 67 milhões, mais que os US$ 56 milhões previstos pela própria empresa.

SÉRIE BRASILEIRA FAZ SUCESSO NOS EUA

Para o primeiro trimestre de 2017, a Netflix espera adicionar 5,2 milhões de assinantes à sua base, sendo 3,7 milhões fora dos EUA. Em carta a acionistas, a Netflix atribuiu os bons resultados às séries originais do serviço, como a brasileira “3%”. A companhia tem sacrificado a margem de lucro no curto prazo para investir em programação original. A projeção para a margem de lucro operacional para todo o ano de 2017 é de apenas 7%, incluindo os ganhos de mercados internacionais.

“Estamos aprendendo rapidamente como aliar conteúdo com os gostos do público mundo afora. Está claro para nós que conteúdo de alta qualidade cruza bem as fronteiras. Por exemplo, nossos originais globais, como ‘Marvel’s Luke Cage’, ‘The Crown’ e a terceira temporada de ‘Black Mirror’, continuam a gerar uma excelente audiência em todo o mundo”, disse a empresa em carta a acionistas, destacando a primeira produção brasileira da plataforma:

“Nossa primeira produção brasileira original, ‘3%’, um thriller pós apocalíptico, estreou como um dos originais mais assistidos no Brasil e com bom desempenho na América Latina. Além disso, contrariando o senso comum, milhões de assinantes americanos assistiram o show dublado e legendado em inglês”.

O mercado recebeu bem os dados da empresa. Segundo a Bloomberg, as ações da Netflix subiam 9,6%, após a divulgação do relatório.
.
“Um segundo trimestre sólido deve dar munição para que mercados internacionais sejam a próxima perna de crescimento para a história da Netflix. Considerando os gastos crescentes com programação, a empresa vai precisar do fluxo de caixa que esses novos assinantes podem garantir”, avaliou Paul Sweeney, analista da Bloomberg Intelligence.

Como dito, não se sabe quais serão os países afetados pelo aumento. A Netflix fala apenas em um aumento de US$ 1 ou US$ 2, dependendo da localidade. Por esta lógica, é possível que todos os países sejam afetados, incluindo o Brasil, mas não é confirmado.

Por aqui, o serviço só teve um reajuste desde seu lançamento. Ele chegou custando R$ 15 ao mês, mas agora já custa R$ 17. Caso o novo aumento se aplique ao Brasil, o valor poderia ficar entre R$ 19 e R$ 22 mensais.

De acordo com a Netflix, o aumento “permitirá a aquisição de mais conteúdo e o oferecimento de uma experiência de streaming”. A empresa já experimentou um aumento de 1 euro no preço na Irlanda e diz não ter afetado o interesse do público.

Entre os planos da Netflix, estão o lançamento de mais de 1.000 horas de programação original este ano, o que seria um salto em relação às 600 horas em 2016. Também foi assinado um acordo com o comediante Jerry Seinfeld para transmitir o Comedians in Cars Getting Coffee, além de dois novos stand-up e outros shows que ele vai criar.

    12 FILMES NETFLIX PARA QUEM NãO TEM MEDO DE CRESCER EMOCIONALMENTE.

    VICIADO EM NETFLIX ♫ (PARóDIA MAJOR LAZER / JUSTIN BIEBER - COLD WATER)

    Nossa paródia oficial da música do major lazer - cold water (feat. justin bieber & mØ), para você que perdeu sua vida por causa do netflix! meu twitter ...

    ODIEI CRESCER ♫ PARóDIA TIAGO IORC - AMEI TE VER - FT KEFERA E CHRISTIAN

    Uma paródia da famosa música amei te ver do tiago iorc, que mostra como foi ruim crescer, aí, que saudades da minha infância! compartilhe no facebook ... Tudo sobre Netflix não para de crescer ganha 19 milhões de assinantes e lucro líquido de US$ 67 milhões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *