Streaming promoção: Now, Looke e Vivo Play com desconto no dia das crianças


Com o Dia das Crianças, comemorado nesta quinta-feira, 12 de outubro, diversas plataformas de streaming estão oferecendo descontos especiais em seu catálogo infantil, chegando a oferecer filmes pela metade do preço.

Now da Net

A plataforma oficial da Net e da Claro TV também entrou no clima do mês das crianças e preparou uma promoção com mais de 60 títulos pela metade do preço. Em cartaz, estão sucessos como “Detona Ralph”, “Meu Malvado Favorito” e “Sing – Quem Canta Seus Males Espanta”.

Vivo Play

O serviço de Video On Demand da Vivo dá 50% de desconto em filmes selecionados até o dia 23 de outubro com a Promoção Dia das Crianças. Entre as opções, estão filmes como “Operação Big Hero”, “Kubo e as Cordas Mágicas” e “Enrolados”.

Looke

Entre os dias 9 e 31 de outubro, o Looke oferece uma lista com 52 filmes infantis com 50% de desconto para aluguel ou compra. Os preços variam entre R$ 1,99 e R$ 4,99 na locação. Entre os destaques, estão títulos como “A Bailarina”, “Festa no Céu” e “O Pequeno Príncipe”.

Netflix e GloboPlay não se posicionaram até o momento.

 

Trabalhe na Disney: vagas de emprego com salários de até R$ 10 mil, veja detalhes


Quem não gostaria de viajar pelo mundo e ainda ganhar por isso? Seu sonho pode se tornar realidade com as oportunidades da Disney Cruise Line. A empresa abriu vagas para atuação nos cruzeiros da marca por Bahamas, Caribe, Alasca e Europa.

As chances são para gerente de recursos humanos, gerente de treinamento, chef de cozinha, assistente de eletricidade, salva-vidas e chefe de cassino, entre outras.

Claro que tem alguns requisitos.

Primeiramente ter mais de 21 anos, ser fluente em inglês e ter experiência na área em que deseja trabalhar. Além de passaporte válido e os vistos específicos.

E já se sabe que os salários podem variar de U$ 2 mil e U$ 3,3 mil por mês (R$ 6,3 mil a R$ 10,4 mil). Os funcionários contratados não desembolsam nada de hospedagem e alimentação, mas é preciso estar preparado pois o trabalho exige que o contratado atue 7 dias por semana com possibilidade de que o contrato dure de 4 a 6 meses.

Os salários variam entre US$ 2 mil e US$ 3,3 mil por mês, algo em torno de R$ 6,3 mil a R$ 10,4 mil mensais. Para concorrer às vagas é necessário fazer a inscrição aqui.

Curso Técnico de Cozinha do Senac – Como fazer inscrição e ser um MasterChef


O Senac AM inicia o curso de Técnico em Cozinha, no próximo dia 9, com carga horária de 800 horas. A previsão de término é em junho de 2018. As aulas serão ministradas de segunda a sábado, das 7h às 12h, no Centro de Turismo e Hospitalidade, CTH, localizado na rua Saldanha Marinho, 410, Centro. Os interessados devem possuir idade mínima de 18 anos e ensino médio completo.

Sem dúvida alguma é um dos cursos com maior procura por mão de obra especializada. Não é tão simples encontrar profissionais que tenham conhecimento teórico e prático nesse campo. Uma formação poderia, portanto, garantir quase imediatamente uma posição e inserção no mercado de trabalho. O Técnico de Cozinha é sempre requisitado por que empresas buscam renovar sua mão de obra com qualidade.

O valor do investimento é de sete parcelas de R$ 282,72 no cartão de crédito. Para a inscrição, é necessário apresentar cópia e original do RG, CPF e comprovante de residência.

No curso, o aluno aprende a atuar nas diferentes etapas do trabalho de cozinha e aprimorar as técnicas visando o melhor aproveitamento dos recursos das empresas de alimentação, assim como manter o padrão e a qualidade dos estabelecimentos. O técnico aprende a organização da cozinha, auxilia na elaboração de cardápios, prepara e apresenta produções culinárias, utilizando técnicas de cozinha e aplicando tecnologias, conforme as boas práticas de manipulação de alimentos.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 92 3649-3750 ou pelo site do Senac.

Formação técnica

“Em tempos de crise, 70% dos egressos [dos cursos técnicos] estão inseridos no mercado de trabalho já no primeiro ano”, afirma. “O salário inicial de uma formação técnica gira em torno de R$ 2 mil. Em dez anos de atividade, esse salário varia entre R$ 8,5 mil e R$ 12 mil”.

WhatsApp: Golpe do 14º salário da CEF que promete benefícios já atingiu 300 mil usuários, veja cuidados para não ser o próximo


O golpe promete aos usuários que já tenham trabalhado com carteira assinada a possibilidade de conferir se têm o direito a receber o benefício por meio da Caixa Econômica Federal .

O suposto pagamento envolve o valor de um salário mínimo, isto é, R$ 937. Para fazer a consulta, seria necessário clicar no link compartilhado pelo WhatsApp e responder a três perguntas: “Você já possui o cartão cidadão?”,

Quaisquer que sejam as respostas, as vítimas são direcionadas para uma página que indica um benefício a ser recebido. Para realizar o suposto saque, é necessário compartilhar o link com dez amigos ou dez grupos de conversa dentro do aplicativo. Assim, o golpe pode ser disseminado com mais rapidez, atingindo um número maior de vítimas.

“Isso acontece para que o hacker consiga envolvê-lo em outros golpes no futuro, sem precisar enviar links. Nos testes realizados pelo nosso time de pesquisadores, algumas horas após o acesso ao golpe, o cibercriminoso enviou uma outra armadilha, via notificação direta para o celular das vítimas”, explica.

Como se proteger
Assim como em diversos golpes dentro do aplicativo de mensagens, não existe risco se você somente recebeu a mensagem. O problema ocorre quando as informações pessoais, como o número do telefone, por exemplo, são inseridas na página enviada pelos cibercriminosos. A principal dica é sempre desconfiar de qualquer tipo de promessa exagerada e checar se a informação é real por meio site oficial de determinado órgão do governo ou empresa.
Leia também: Facebook testa botão para integrar o WhatsApp em seu aplicativo

Ao mesmo tempo, se você compartilha o link, mais pessoas ficam expostas à campanha maliciosa. Se este é o seu caso, entre em contato com quem recebeu a mensagem e informe que se trata de um golpe. A ideia é evitar que a mensagem continue sendo compartilhada dentro do WhatsApp. Se você preencheu algum formulário, entre em contato com sua operadora de telefonia e verifique se você foi cadastrado em algum pacote de mensagens pago indesejado. Por fim, confira se algum aplicativo desconhecido foi instalado em seu aparelho.

O que diz e o que recomenda o WhatsApp

Em nota, o WhatsApp afirma que não usa “aplicativo para enviar mensagens para seus usuários e trabalha cuidadosamente para reduzir as mensagens indesejadas que chegam por meio de seu sistema”.

A empresa recomenda bloquear o remetente, desconsiderar a mensagem e apagá-la. E para evitar mais danos, nunca compartilhe esse tipo de mensagem suspeita oferecendo serviços inéditos.