Aprenda a desativar o SMBv1 em versões mais antigas do Windows


Dicas Windows. Ransomwares como WannaCry e Petya exploram uma vulnerabilidade no serviço SMB dos sistemas operacionais Windows, desde o Windows XP, Vista, 7 e 8.1, além das edições Windows Server. Embora a falha já tenha sido corrigida pela Microsoft , uma boa maneira de prevenir o problema é desativar o SMBv1 no Windows. Existem diferentes formas de fazer isso, mas boa parte delas só funciona em algumas versões como o Windows 10. Se nenhuma delas funciona para você, veja nesse tutorial como desativar o SMBv1 em versões mais antigas do Windows.

1. Execute o Editor de Registro do Windows. Para isso, pressione as teclas Windows + R simultaneamente. Na pequena janela que aparece, digite “regedit” (sem as aspas) e tecle enter, ou clique no botão “OK”. Se for solicitado, forneça a senha ou apenas clique no botão “Sim” para autorizar a execução;

2. Com o Editor do Registro aberto, navegue até a chave HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Services\LanmanServer\Parameters;

3. Com a chave “Parameters” selecionada, clique com o botão direito do mouse em uma área vazia do quadro direito. No menu exibido, clique em “Novo” e depois em “Valor DWORD (32-bits)”;

4. Assim que o valor for criado, coloque a palavra “SMB1” (sem as aspas), no lugar do nome padrão, e tecle Enter para confirmar;

5. Em seguida, dê um clique duplo no novo valor para poder editá-lo. Quando a janela de edição aparecer, mude o valor para “0” (novamente, sem as aspas) e depois confirme, clicando no botão “OK”.

Agora seu PC está com o SMBv1 desativado e preparado para evitar incidentes com o ransomware WannaCrypt.

Como impedir a atualização do Windows 7 ou 8 para o Windows 10 – Como bloquear


Tem muita gente que não gostou ou não gosta do Windows 10, muito menos ser alertado toda hora com aquelas janelas chatas, até com pegadinhas forçando a atualização, veja como impedir de uma vez por toda.

“A Microsoft recomenda que você atualize este computador para Windows 10”.

O aparecimento súbito de uma janela com esta mensagem, em inglês, irritou usuários do Windows e atraiu críticas para a sua fabricante, a Microsoft.

O que parecia uma simples recomendação para atualizar o sistema operacional foi considerado um “truque sujo” da empresa para levar os usuários a fazer o upgrade.

Ao clicar no botão vermelho no canto superior direito da caixa de pop-up, o usuário em vez de simplesmente fechar a janela – como geralmente acontece – agora aceita a atualização do software para a data indicada na janela.

A confusão ocorreu porque o upgrade está agora marcado como “recomendado”, e muitos usuários têm seus computadores configurados para aceitar automaticamente as recomendações para atualizações de segurança.

O jornalista especializado Brad Chacos, editor da revista eletrônica PC World, descreveu o recurso como um “truque sujo” da Microsoft.

“Usar esses truques sujos apenas frustra usuários antigos do Windows, que têm razões muito válidas para continuar usando um sistema operacional que já conhecem e de que gostam”, escreveu Chacos.

A empresa disse que a atualização ainda pode ser cancelada nas configurações para mudar ou cancelar a hora da instalação.

A companhia frisou que o upgrade gratuito para o Windows 10 termina em 29 de julho, por isso quer alertar os usuários para uma “versão melhor” do programa.

O Windows 10 está disponível desde julho do ano passado e em seu primeiro mês conseguiu 75 milhões de instalações.