17 de março: dia Internacional da Marinha – Manchetes e notícias dos principais jornais


Hoje 17 de março, é dia Internacional da Marinha. Nasceram nessa data:

A cantora Elis Regina Carvalho Costa (1945-1982), o músico Jair Oliveira, os atores Kurt Russell, Rob Lowe, o bailarino e coreógrafo soviético Rudolf Nureyev (1938-1993 ).

Aconteceu nessa data:

Aniversário de Aracajú (1855), unificação italiana: Vítor Emanuel de Savoia é proclamado Rei da Itália (1861); Tenzin Gyatso, 14º Dalai Lama, foge do Tibete e exila-se na Índia (1959)

O Globo

Manchete: Brasil volta a criar empregos com carteira

Após quase dois anos, geração de vagas supera fechamento

Em fevereiro, foram 35 mil postos formais. Recuperação foi puxada pelo setor de serviços, mas indústria também teve melhora, pelo segundo mês seguido. Para analistas, mercado de trabalho começa a reagir

Após 22 meses de encolhimento do emprego formal no país, quando foram eliminadas 2,86 milhões de vagas com carteira, o mercado de trabalho reagiu em fevereiro. O número de contratados superou o de demitidos em 35 mil. O setor de serviços criou mais de 50 mil vagas e a indústria, pelo segundo mês consecutivo, gerou emprego. Mas, no Rio, a crise ainda castiga o mercado de trabalho: foram fechados oito mil postos. O resultado positivo no país superou a expectativa dos analistas, que só previam uma recuperação no segundo trimestre. O governo também foi surpreendido e organizou, às pressas, uma cerimônia para que o próprio presidente Temer anunciasse os números positivos. (Pág. 21)

Europeus pagam por 4 aeroportos R$ 3,7 bi

Três grupos europeus venceram os leilões para concessão dos aeroportos de Salvador, Fortaleza, Porto Alegre e Florianópolis. (Pág. 25)

Eleição: líder do governo propõe fundo misto

Após reunião com ministros do TSE, o líder do governo no Congresso, Romero Jucá, alvo da Lava-Jato, defendeu para as eleições de 2018 um fundo com verbas públicas e privadas. Projetos da reforma política começam a ser discutidos semana que vem. (Pág. 3 e editorial “Nova proposta de reforma política é reação à Lava-Jato”)

Lula ganhou R$ 952 mil com palestras em 2015 (Pág. 8)

 

Colunistas

MÍRIAM LEITÃO

Governo obteve sucesso nos leilões em semana tensa na política. (Pág. 22)

ANCELMO GOIS

Pezão tenta aprovar na Alerj incentivos para fábrica de latas da AB InBev. (Pág. 14)

Delator vira professor

Desde fevereiro, o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, o 1º delator da Lava-Jato, cumpre pena tirando dúvidas de alunos de escola particular de Petrópolis em matemática, física, história e geografia. (Pág. 5)

Ex-amante de doleiro indiciada

Parques florestais entram em alerta

Poço das Antas foi fechado; medida pode ser adotada no Rio

Habitat do mico-leão-dourado, a Reserva de Poço das Antas, em Casimiro de Abreu, foi interditada por suspeita de febre amarela em primatas. No Rio, o Parque Nacional da Tijuca pode ser fechado se for confirmado que a doença matou macacos. (Págs. 9 a 14)

Impostos: Planalto teme nova derrota

Após o STF decidir que o ICMS não pode compor a base de cálculo do PIS/Cofins, a União agora teme que o mesmo seja decido em relação ao ISS. Já há ação no Supremo. (Pág. 22)

Roubo de carga encarece produtos

No país, a cada 23 minutos um caminhão de carga é roubado. O prejuízo chegou a R$ 6 bi no período entre 2011 e 2016 e provocou aumento de até 35% no preço de produtos. (Pág. 24)

O Estado de S. Paulo

Manchete: Após 22 meses de queda, País cria 35 mil empregos

Resultado do Caged de fevereiro foi anunciado no Palácio do Planalto, pelo presidente da República

O País voltou a gerar empregos, depois de 22 meses de fechamento de postos de trabalho. Em fevereiro, o saldo líquido foi de 35.612 vagas. Pela primeira vez na história, o anúncio do resultado do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho (Caged) foi feito pelo presidente da República. Michel Temer divulgou o resultado em cerimônia no Palácio do Planalto, em meio à expectativa de abertura de investigações sobre políticos citados na Lava Jato, entre eles seis ministros. “Venho dar aqui, penso eu, boas-novas. Vocês sabem que a economia brasileira volta a crescer, e os sinais desse fato são cada dia mais claros”, afirmou. A última vez em que houve saldo líquido de geração de empregos foi em março de 2015, quando 9.179 vagas foram abertas. Para meses de fevereiro, esse é o primeiro resultado positivo desde 2014. Para analistas, no entanto, o resultado de fevereiro ainda não representa a retomada do mercado de trabalho. (ECONOMIA / PÁGS. B1 e B4)

Setor de serviços se destaca

Cinco dos oito setores econômicos abriram postos de trabalho em fevereiro. O segmento de serviços foi o que mais gerou empregos: 50.613. Na contramão, o comércio fechou 21 mil vagas. (PÁG. B4)

TCU manda CGU alterar acordos de leniência

O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou que o Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) altere os processos de negociação de acordos de leniência para corrigir irregularidades e impedir o que considera favorecimento a empreiteiras investigadas na Lava Jato. Segundo o TCU, a pasta concedeu benefícios indevidos a empresas suspeitas de fraudar licitações, superfaturar contratos e pagar propinas. (POLÍTICA / PÁG. A4)

Direto da Fonte

TSE quer força-tarefa

Gilmar Mendes, presidente do TSE, pedirá reforço ao TCU para zerar estoque de prestação de contas de partidos. Processos têm 1,44 milhão de páginas. (CADERNO2 / PÁG. C2)

Jucá articula projeto para reduzir punição a partidos

O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), elabora, em parceria com ministros do TSE, propostas para rever a legislação de partidos políticos. O senador afirmou que vai apresentar projetos que devem tramitar em regime de urgência. Sem dar detalhes, Jucá disse que haverá “menos penalidades, mais transparência e menos burocracia na relação dos partidos com o TSE”. (POLÍTICA / PÁG. A8)

Europeias dominam leilão de aeroportos

As empresas Vinci (francesa), Fraport ( alemã) e Zurich (Suíça) arremataram ontem os aeroportos de Fortaleza, Salvador, Florianópolis e Porto Alegre. No leilão, o governo arrecadou R$ 3,72 bilhões, sendo R$ 1,5 bilhão à vista. (ECONOMIA / PÁG. B6)

Foto- legenda: Fila da vacina da febre amarela

Moradores de Casimiro de Abreu (RJ) fazem fila diante das tendas de hospital de campanha montado na cidade para a vacinação contra a febre amarela. Preocupação aumentou na região, a cerca de 130 quilômetros da capital fluminense, após a morte de um homem na área rural do município, no último sábado, afetado pela doença. (METRÓPOLE / PÁG. A18)

Colunistas

Eliane Cantanhêde

Tudo o que os políticos dizem ou sugerem bate num muro de irritação e descrença. (POLÍTICA / PÁG. A8)

Ignácio de Loyola Brandão

No Brasil, jamais vi um presidente aparecer em um acontecimento literário. (CADERNO2 / PÁG. C8)

Notas & Informações

Uma longa espera

Diante do ritmo processual que se observa no STF, seria preciso uma radical mudança para que as investigações estivessem esclarecidas nas eleições de 2018. (PÁG. A3)

Meirelles e a nova gerência

É importante difundir a imagem do país com direção comprometida com o crescimento.

Folha de S. Paulo

Manchete: Leilão de aeroportos indica novo perfil em concessões

Após Lava Jato atingir empresas nacionais, europeus assumirão quatro terminais

Sem a presença de empresas brasileiras envolvidas na Lava Jato, o governo leiloou quatro aeroportos de capitais. A alemã Fraport ficou com os de Fortaleza e Porto Alegre, a francesa Vinci, com o de Salvador, e a suíça Zurich, com o de Florianópolis. O valor obtido, incluindo as ofertas vencedoras mais contribuições pagas nos 30 anos de concessão (25 para Porto Alegre), é de R$ 3,7 bilhões, acima do mínimo previsto — R$ 3 bilhões. Na assinatura dos contratos, em julho, será pago R$ 1,46 bilhão. O número de concorrentes ficou abaixo do registrado em rodadas anteriores de licitações de aeroportos—em 2012, foram 11 grupos, e, no ano seguinte, cinco. Desta vez, a estatal Infraero não será sócia, o que era compulsório nos outros leilões. A gestão privada passará a atuar no transporte de 59% dos passageiros do país, em dez aeroportos, segundo a Anac (agência reguladora do setor). Nas redes sociais, Michel Temer afirmou que o país reconquistou a credibilidade internacional. (Mercado A21)

Emprego formal tem saldo positivo pela 1ª vez desde 2015 (Mercado A26)

Temer só arrecadou 6% do total de chapa com Dilma

A conta bancária aberta pelo presidente Michel Temer( PMDB) para receber recursos para a campanha eleitoral de 2014 foi abastecida com depósitos que correspondem a apenas 5,67% do total de R$ 350,4 milhões arrecadado pela chapa dele e de Dilma Rousseff (PT), informa Mônica Bergamo. Uma das estratégias dos advogados de Temer para livrá-lo de condenação no TSE é a de dizer que as contabilidades dos dois candidatos eram separadas. A defesa de Dilma considera inadmissível a tese de separação. (Poder A8)

Painel

Sem arrancar a árvore da corrupção, país pode ficar mais corrupto após a Lava Jato, diz Dellagnol. (A8)

Brasil fica fora do Conselho de Segurança da ONU até 2033

Por não ter apresentado candidatura nos últimos anos, o Brasil ficará fora do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas até 2033, informa Patrícia Campos Mello. A última vez que o país ocupou uma das duas vagas rotativas no órgão destinadas à América Latina foi no biênio 2010-2011. (Mundo A16)

Reinaldo Azevedo

Esquerda ganha com pregação da direita xucra

Sempre que as sociedades involuem para um discurso de ódio à política, tem-se o rebaixamento da ordem democrática. Há um grande risco de a Lava Jato ser o caminho mais longo, mais caro e mais traumático entre a esquerda e a … esquerda! Se isso acontecer, convém não desprezar a colaboração da direita xucra. (Poder A14)

Doria prevê reajuste do IPTU apenas pela inflação

A gestão João Doria (PSDB) deve anunciar no fim deste ano reajuste do IPTU (imposto sobre imóveis) para 2018 que não ultrapassará a correção pela inflação. A expectativa é da própria administração, que trabalha na nova base de cálculo para a cobrança do imposto. A elevação menor no imposto será possível graças ao arrefecimento do mercado imobiliário. (Cotidiano B1)

Softwares que automatizam notícias já é realidade, veja como funciona


Os novos softwares que automatizam a produção de notícias não são exatamente uma novidade. Este ano pudemos assistir a um momento definitivo sobre o tema, porque os maiores jornais dos EUA, Washington Post e New York Times, entraram nessa de cabeça e possivelmente não sairão dela nunca mais.

Ambos tem em sua operação cotidiana softwares que produzem notícias nas áreas de esporte, economia, moda, saúde e outras mais, substituindo a mão de obra humana com maior rapidez e eficiência.
Em dois painéis sobre automação do jornalismo que rolaram aqui, isso ficou desesperadamente claro. Foram eles: “Future of Automated News: 2016 Election and Beyond” e “Predicting the Future os News: A CTO Perspective”.

Resumindo o que ambos os debates mostraram, é isso mesmo: nas redações de mais de 400 publicações hoje ao redor do mundo os softwares disputam lado a lado a posição de jornalistas com os próprios jornalistas. Isso dito por editores de grandes jornais a respeito de suas próprias redações.

COMO FUNCIONA

Funciona assim: é tudo baseado em Inteligência Artificial; os jornalistas alimentam as máquinas com bases de informações e fontes onde elas podem buscar mais informações online; colocam lá também orientações de linguagem e padrões de texto, com um número enorme e bastante variado de possibilidades (trilhões, para você ter uma dimensão) a ponto da máquina poder cuspir textos mais ou menos leves, mais ou menos objetivos, etc.; quando se trata de falar de números, como estatísticas e comparações econômicas, por exemplo, aí então as máquinas dão um show, porque fazem isso em tempo real e com base em Big Data, com uma agilidade e precisão que nenhum ser humano jamais conseguiria fazer; bom, aí, a máquina finalmente cospe uma notícia pronta e acabou. Tá no ar.

Elas podem produzir centenas e centenas de notícias em poucos minutos. E disparar para jornais e revistas do mundo todo. Não precisam nem estar alocadas na sede da publicação. São softwares, não se esqueça. Ficam na nuvem, na verdade.

E agora você nem precisa mais ter programadores e cientistas da informação e de dados na sua equipe (como têm hoje às dezenas o Washington Post e o NYT). Basta você comprar este software aqui ó … WordSmith. Vai aqui neste link, que você pode programar o software você mesmo, um leigo, que ele estará pronto para produzir notícias para você. Ah, o pacote básico custa US$ 1.000,00 por mês. Imagine isso comparado com os salários de todos nós, jornalistas. É o começo do fim para todos nós.

O que nos inquieta bastante diante de uma realidade como essa não é só qual será o futuro dos jornalistas, mas qual será o futuro do jornalismo, quando mais e mais máquinas estiverem produzindo as notícias que todos lemos mundo afora. Toda a informação do Planeta, ou algo por aí. Pare para pensar nisso, pois é o que vai rolar em muito breve.

Tecnologia: o que foi notícia na primeira semana de novembro


Tudo o que foi manchete e noticias na area de tecnologia na primeira semana de novembro.

13h00 ‘Pokémon Go’ de shopping dá brindes e coleta dados sobre clientes
12h16 Disputa antitruste entre Google e União Europeia se intensifica
19h56 ‘Roda Viva’ recebe Hugo Gloss, Cauê Moura e PC Siqueira nesta segunda
14h19 Mega Drive será relançado no Brasil por R$ 400 com cartucho e sem HDMI
13h01 Brasileiros terminam em 2º lugar em torneio internacional de game ‘Counter-Strike’ em SP
02h00 Ronaldo Lemos: Ataque hacker é teste aos limites da resistência da internet global
02h00 Filtro do Facebook para publicidades permite viés racista em anúncios
21h23 #hashtag: Para internautas, Crivella vai mudar nome do Biscoito Globo para Biscoito Record
13h02 Internet virou um campo minado para mulheres em países conservadores
02h00 Países europeus investigam WhatsApp e Yahoo! sobre proteção de dados
15h15 Facebook libera reactions ‘fantasiados’ para celebrar o Dia das Bruxas
13h11 iFood se inspira em Spotify e Netflix para tentar atrair clientes indecisos
09h42 #hashtag: Jovem universitária dá dicas de construção e reforma em canal na internet
20h18 Buscas por ‘memes’ no Google superam as por ‘Jesus’
19h38 Chanceler alemã cobra transparência de Facebook e Google
18h24 Alphabet, dona do Google, tem alta de 20,2% na receita trimestral
17h28 Apple renova linha de computadores com novo MacBook Pro
17h14 Twitter encerrará aplicativo de compartilhamento de vídeos Vine
16h58 Uber quer oferecer serviço de carros voadores na próxima década
11h11 Twitter tem receita acima do esperado e vai cortar 9% dos funcionários

portodosoldvr.ddns-intelbras.

02/11/2016
09h48 Microsoft apresenta computador de alta performance e software 3D
17h00 Apple tenta superar queda de iPhone com conteúdo, AppStore e serviços
16h53 #hashtag: Dilma é fotografada em supermercado e internautas perguntam se ela teria achado tudo caro
15h55 Equação não fecha, diz Anatel sobre relação de operadoras com WhatsApp
15h35 #hashtag: Satã 2, o novo míssil da Rússia, aterroriza internautas brasileiros
02h00 Waze vai ajudar a organizar caronas e trânsito em dias chuva, diz criador
22h40 Apple tem primeira queda no faturamento anual desde 2001
15h15 O curioso caso do milionário russo do Instagram que nunca existiu
09h27 Após ataque hacker, empresas querem diversificar gerenciamento de servidor
02h00 Ronaldo Lemos: Bloqueio à internet no Brasil custou R$ 360 milhões
02h00 Agência bancária do futuro será mais cafeteria do que banco, prevê empresa
18h42 Companhias aéreas no Brasil proíbem Samsung Galaxy Note 7 em aviões
15h21 Ataque a provedor de web afeta sites e redes sociais na costa leste dos EUA
09h22 Ações da Nintendo despencam após empresa exibir novo videogame
17h08 Switch, novo videogame da Nintendo, é mistura de console e portátil

01/11/2016
17h07 Internet das coisas se aproxima da realidade e ajuda indústria, varejo e saúde
14h38 #hashtag: Eduardo Cunha preso hoje: os memes já estavam prontos
17h00 Contra fotos e gravações, artistas aderem a bolsa que ‘tranca’ celulares
10h56 Fornecedores de peças do Galaxy Note 7 serão compensados, diz Samsung
10h44 Base de assinantes do Netflix cresce acima do esperado no 3º trimestre
15h48 #hashtag: Passa ano, vem ano, e o primeiro dia útil do horário de verão é sempre um transtorno
11h26 IBM faz aposta de longo prazo em plataforma de inteligência artificial
02h00 Ronaldo Lemos: Bolsas de aposta são mais precisas que pesquisas na previsão de eleições
14h00 Banco Imobiliário, War e outros clássicos de tabuleiro chegam a celulares e tablets
20h09 Brasileiros desenvolvem aparelho para examinar retina com smartphone
17h46 EUA proíbem celulares Samsung Galaxy Note 7 em viagens aéreas
16h38 Salesforce não fará oferta de aquisição pelo Twitter, diz presidente
19h21 Google lança programa de combate a ataques cibernéticos contra jornais
17h24 Google e Facebook se aliam em projeto de cabo submarino transpacífico
16h54 Samsung amplia recall de celulares Galaxy Note 7 nos EUA

Quando um rico rouba vira ministro – Lula


“No Brasil quando um pobre rouba vai para cadeia. Quando um rico rouba vira ministro.” Que contradição hein Lula, como diz seu amigo Collor, o tempo é o senhor da razão!

lula-ministro