17 de março: dia Internacional da Marinha – Manchetes e notícias dos principais jornais


Hoje 17 de março, é dia Internacional da Marinha. Nasceram nessa data:

A cantora Elis Regina Carvalho Costa (1945-1982), o músico Jair Oliveira, os atores Kurt Russell, Rob Lowe, o bailarino e coreógrafo soviético Rudolf Nureyev (1938-1993 ).

Aconteceu nessa data:

Aniversário de Aracajú (1855), unificação italiana: Vítor Emanuel de Savoia é proclamado Rei da Itália (1861); Tenzin Gyatso, 14º Dalai Lama, foge do Tibete e exila-se na Índia (1959)

O Globo

Manchete: Brasil volta a criar empregos com carteira

Após quase dois anos, geração de vagas supera fechamento

Em fevereiro, foram 35 mil postos formais. Recuperação foi puxada pelo setor de serviços, mas indústria também teve melhora, pelo segundo mês seguido. Para analistas, mercado de trabalho começa a reagir

Após 22 meses de encolhimento do emprego formal no país, quando foram eliminadas 2,86 milhões de vagas com carteira, o mercado de trabalho reagiu em fevereiro. O número de contratados superou o de demitidos em 35 mil. O setor de serviços criou mais de 50 mil vagas e a indústria, pelo segundo mês consecutivo, gerou emprego. Mas, no Rio, a crise ainda castiga o mercado de trabalho: foram fechados oito mil postos. O resultado positivo no país superou a expectativa dos analistas, que só previam uma recuperação no segundo trimestre. O governo também foi surpreendido e organizou, às pressas, uma cerimônia para que o próprio presidente Temer anunciasse os números positivos. (Pág. 21)

Europeus pagam por 4 aeroportos R$ 3,7 bi

Três grupos europeus venceram os leilões para concessão dos aeroportos de Salvador, Fortaleza, Porto Alegre e Florianópolis. (Pág. 25)

Eleição: líder do governo propõe fundo misto

Após reunião com ministros do TSE, o líder do governo no Congresso, Romero Jucá, alvo da Lava-Jato, defendeu para as eleições de 2018 um fundo com verbas públicas e privadas. Projetos da reforma política começam a ser discutidos semana que vem. (Pág. 3 e editorial “Nova proposta de reforma política é reação à Lava-Jato”)

Lula ganhou R$ 952 mil com palestras em 2015 (Pág. 8)

 

Colunistas

MÍRIAM LEITÃO

Governo obteve sucesso nos leilões em semana tensa na política. (Pág. 22)

ANCELMO GOIS

Pezão tenta aprovar na Alerj incentivos para fábrica de latas da AB InBev. (Pág. 14)

Delator vira professor

Desde fevereiro, o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, o 1º delator da Lava-Jato, cumpre pena tirando dúvidas de alunos de escola particular de Petrópolis em matemática, física, história e geografia. (Pág. 5)

Ex-amante de doleiro indiciada

Parques florestais entram em alerta

Poço das Antas foi fechado; medida pode ser adotada no Rio

Habitat do mico-leão-dourado, a Reserva de Poço das Antas, em Casimiro de Abreu, foi interditada por suspeita de febre amarela em primatas. No Rio, o Parque Nacional da Tijuca pode ser fechado se for confirmado que a doença matou macacos. (Págs. 9 a 14)

Impostos: Planalto teme nova derrota

Após o STF decidir que o ICMS não pode compor a base de cálculo do PIS/Cofins, a União agora teme que o mesmo seja decido em relação ao ISS. Já há ação no Supremo. (Pág. 22)

Roubo de carga encarece produtos

No país, a cada 23 minutos um caminhão de carga é roubado. O prejuízo chegou a R$ 6 bi no período entre 2011 e 2016 e provocou aumento de até 35% no preço de produtos. (Pág. 24)

O Estado de S. Paulo

Manchete: Após 22 meses de queda, País cria 35 mil empregos

Resultado do Caged de fevereiro foi anunciado no Palácio do Planalto, pelo presidente da República

O País voltou a gerar empregos, depois de 22 meses de fechamento de postos de trabalho. Em fevereiro, o saldo líquido foi de 35.612 vagas. Pela primeira vez na história, o anúncio do resultado do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho (Caged) foi feito pelo presidente da República. Michel Temer divulgou o resultado em cerimônia no Palácio do Planalto, em meio à expectativa de abertura de investigações sobre políticos citados na Lava Jato, entre eles seis ministros. “Venho dar aqui, penso eu, boas-novas. Vocês sabem que a economia brasileira volta a crescer, e os sinais desse fato são cada dia mais claros”, afirmou. A última vez em que houve saldo líquido de geração de empregos foi em março de 2015, quando 9.179 vagas foram abertas. Para meses de fevereiro, esse é o primeiro resultado positivo desde 2014. Para analistas, no entanto, o resultado de fevereiro ainda não representa a retomada do mercado de trabalho. (ECONOMIA / PÁGS. B1 e B4)

Setor de serviços se destaca

Cinco dos oito setores econômicos abriram postos de trabalho em fevereiro. O segmento de serviços foi o que mais gerou empregos: 50.613. Na contramão, o comércio fechou 21 mil vagas. (PÁG. B4)

TCU manda CGU alterar acordos de leniência

O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou que o Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) altere os processos de negociação de acordos de leniência para corrigir irregularidades e impedir o que considera favorecimento a empreiteiras investigadas na Lava Jato. Segundo o TCU, a pasta concedeu benefícios indevidos a empresas suspeitas de fraudar licitações, superfaturar contratos e pagar propinas. (POLÍTICA / PÁG. A4)

Direto da Fonte

TSE quer força-tarefa

Gilmar Mendes, presidente do TSE, pedirá reforço ao TCU para zerar estoque de prestação de contas de partidos. Processos têm 1,44 milhão de páginas. (CADERNO2 / PÁG. C2)

Jucá articula projeto para reduzir punição a partidos

O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), elabora, em parceria com ministros do TSE, propostas para rever a legislação de partidos políticos. O senador afirmou que vai apresentar projetos que devem tramitar em regime de urgência. Sem dar detalhes, Jucá disse que haverá “menos penalidades, mais transparência e menos burocracia na relação dos partidos com o TSE”. (POLÍTICA / PÁG. A8)

Europeias dominam leilão de aeroportos

As empresas Vinci (francesa), Fraport ( alemã) e Zurich (Suíça) arremataram ontem os aeroportos de Fortaleza, Salvador, Florianópolis e Porto Alegre. No leilão, o governo arrecadou R$ 3,72 bilhões, sendo R$ 1,5 bilhão à vista. (ECONOMIA / PÁG. B6)

Foto- legenda: Fila da vacina da febre amarela

Moradores de Casimiro de Abreu (RJ) fazem fila diante das tendas de hospital de campanha montado na cidade para a vacinação contra a febre amarela. Preocupação aumentou na região, a cerca de 130 quilômetros da capital fluminense, após a morte de um homem na área rural do município, no último sábado, afetado pela doença. (METRÓPOLE / PÁG. A18)

Colunistas

Eliane Cantanhêde

Tudo o que os políticos dizem ou sugerem bate num muro de irritação e descrença. (POLÍTICA / PÁG. A8)

Ignácio de Loyola Brandão

No Brasil, jamais vi um presidente aparecer em um acontecimento literário. (CADERNO2 / PÁG. C8)

Notas & Informações

Uma longa espera

Diante do ritmo processual que se observa no STF, seria preciso uma radical mudança para que as investigações estivessem esclarecidas nas eleições de 2018. (PÁG. A3)

Meirelles e a nova gerência

É importante difundir a imagem do país com direção comprometida com o crescimento.

Folha de S. Paulo

Manchete: Leilão de aeroportos indica novo perfil em concessões

Após Lava Jato atingir empresas nacionais, europeus assumirão quatro terminais

Sem a presença de empresas brasileiras envolvidas na Lava Jato, o governo leiloou quatro aeroportos de capitais. A alemã Fraport ficou com os de Fortaleza e Porto Alegre, a francesa Vinci, com o de Salvador, e a suíça Zurich, com o de Florianópolis. O valor obtido, incluindo as ofertas vencedoras mais contribuições pagas nos 30 anos de concessão (25 para Porto Alegre), é de R$ 3,7 bilhões, acima do mínimo previsto — R$ 3 bilhões. Na assinatura dos contratos, em julho, será pago R$ 1,46 bilhão. O número de concorrentes ficou abaixo do registrado em rodadas anteriores de licitações de aeroportos—em 2012, foram 11 grupos, e, no ano seguinte, cinco. Desta vez, a estatal Infraero não será sócia, o que era compulsório nos outros leilões. A gestão privada passará a atuar no transporte de 59% dos passageiros do país, em dez aeroportos, segundo a Anac (agência reguladora do setor). Nas redes sociais, Michel Temer afirmou que o país reconquistou a credibilidade internacional. (Mercado A21)

Emprego formal tem saldo positivo pela 1ª vez desde 2015 (Mercado A26)

Temer só arrecadou 6% do total de chapa com Dilma

A conta bancária aberta pelo presidente Michel Temer( PMDB) para receber recursos para a campanha eleitoral de 2014 foi abastecida com depósitos que correspondem a apenas 5,67% do total de R$ 350,4 milhões arrecadado pela chapa dele e de Dilma Rousseff (PT), informa Mônica Bergamo. Uma das estratégias dos advogados de Temer para livrá-lo de condenação no TSE é a de dizer que as contabilidades dos dois candidatos eram separadas. A defesa de Dilma considera inadmissível a tese de separação. (Poder A8)

Painel

Sem arrancar a árvore da corrupção, país pode ficar mais corrupto após a Lava Jato, diz Dellagnol. (A8)

Brasil fica fora do Conselho de Segurança da ONU até 2033

Por não ter apresentado candidatura nos últimos anos, o Brasil ficará fora do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas até 2033, informa Patrícia Campos Mello. A última vez que o país ocupou uma das duas vagas rotativas no órgão destinadas à América Latina foi no biênio 2010-2011. (Mundo A16)

Reinaldo Azevedo

Esquerda ganha com pregação da direita xucra

Sempre que as sociedades involuem para um discurso de ódio à política, tem-se o rebaixamento da ordem democrática. Há um grande risco de a Lava Jato ser o caminho mais longo, mais caro e mais traumático entre a esquerda e a … esquerda! Se isso acontecer, convém não desprezar a colaboração da direita xucra. (Poder A14)

Doria prevê reajuste do IPTU apenas pela inflação

A gestão João Doria (PSDB) deve anunciar no fim deste ano reajuste do IPTU (imposto sobre imóveis) para 2018 que não ultrapassará a correção pela inflação. A expectativa é da própria administração, que trabalha na nova base de cálculo para a cobrança do imposto. A elevação menor no imposto será possível graças ao arrefecimento do mercado imobiliário. (Cotidiano B1)

O que é notícia hoje de Jornais e Revistas – 8 de novembro 2015 – Dia Mundial do Urbanismo


Hoje um domingo, 08 de novembro de 2015  é dia Mundial do Urbanismo, dia do Radiologista.

Nasceram: A cantora Diana King, os atores Herson Capri, Jack Osbourne.

Morreram: O médico e cientista Carlos Chagas (1879-1934), a dubladora Helena Samara (1933-2007).

Aconteceu nesta data: Röntgen descobre os raios X (1895); por muito pouco, Kennedy derrota Nixon na eleição presidencial dos EUA (1960).

Religião: Dia de São Godofredo, Cinco Santos Escultores Mártires.

 

O Globo

Manchete: Estados são acusados de driblar lei federal para pagar dívidas

Verba que deveria quitar precatórios vai até para salários

Prática é questionada no STF pela Procuradoria-Geral da República, OAB e associação de juízes

Pelo menos oito estados, incluindo o Rio, são acusados de usar indevidamente recursos depositados na Justiça para tapar buracos no orçamento. No centro da polêmica, que já chegou ao STF, estão R$ 127 bilhões em depósitos judiciais em geral, conta Silvia Amorim. O Congresso permitiu que parte dessa verba quitasse precatórios (dívidas de estados com cidadãos e empresas), mas o dinheiro foi usado até para pagar a servidores.
Número de novos trabalhadores por conta própria triplica
O GLOBO errou: Lulinha não foi citado na delação premiada de Fernando Baiano

Fábio Luis Lula da Silva, o Lulinha, filho do ex-presidente Lula, não foi citado pelo lobista Fernando Baiano na delação que fez na Operação Lava-jato. O GLOBO, na coluna de Lauro Jardim do dia 11 de outubro, errou ao dizer que Baiano afirmara ter dado RS 2 milhões para pagar contas de Lulinha. Na verdade, Baiano não citou o nome e disse que o também lobista e pecuarista José Carlos Bumlai é que pediu o dinheiro alegando que seria para nora de Lula. (Págs. 1 e Lauro Jardim, 2)
Avalanche de lama em Mariana: Dois mortos e 28 desaparecidos na tragédia

Dois dias após a tragédia provocada pelo rompimento de barragens da mineradora Samarco em Mariana (MG), subiu para 28 o número de pessoas desaparecidas. São 13 funcionários da empresa e 15 moradores dos distritos de Bento Rodrigues e Camargos, informam as enviadas Dandara Tinoco e Mariana Sanches. O governo de Minas confirmou o segundo morto, um homem encontrado no leito do Rio Pomba, a 70 quilômetros do local do acidente.

Após 72h, ainda há moradores ilhados

Cidades do Espirito Santo ficam sem água
Colunistas

Lauro Jardim: Lava-Jato tem novo personagem.

Elio Gaspari: A pane no cadastro e o silêncio de Levy.

Fernando Gabeira: Picaretagem, esporte olímpico.

Miriam Leitão: Auditoria da Petrobras disseca corrupção.

Ancelmo Gois: Ratinho e a ética na política hoje.

Porto cubano: Dilma mentiu, diz Odebrecht

O presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, diz, em mensagem obtida pela PF, que a presidente Dilma mentiu em debate eleitoral ao afirmar que as garantias para construir o Porto de Maciel, em Cuba, eram da empreiteira, contam Cleide Carvalho e Renato Onofre.
No Conselho de Ética: Defesa de Cunha recebe críticas

As explicações do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, sobre dinheiro em contas ao exterior não convenceram o presidente do Conselho de Ética, José Carlos Araújo, e nem mesmo aliados do parlamentar.

O Estado de S. Paulo

Manchete: Nova etapa da Lava Jato vai responsabilizar partidos

Depois de empresas e políticos, estratégia do MP priorizará legendas favorecidas por corrupção na Petrobrás

A força-tarefa da Operação Lava Jato também imputará a partidos a responsabilidade pelo bilionário esquema de cartel e corrupção na Petrobrás, informam Fausto Macedo, Julia Affonso e Ricardo Brandt.

O Ministério Público Federal traça as estratégias para, a partir do ano que vem, buscar a condenação na Justiça Federal das legendas, e não apenas de seus dirigentes. As punições serão propostas em ações cíveis – até agora somente empresas foram acionadas fora da área criminal – e devem representar um duro golpe para a saúde financeira dos partidos. Além da devolução dos valores desviados da estatal entre 2004 e 2014 e de multas, eles podem ficar sujeitos a retenção de valores dos fundos partidários e até a suspensão e cassação de registro da legenda.

Múltiplo Jobim

Ex-ministro da Defesa, Nelson Jobim desempenha vários papéis: de conselheiro jurídico do ex-presidente Lula a consultor de empreiteiras. (Págs. 1 e A8)
Real barato faz Brasil virar “outlet” para estrangeiros

Com a desvalorização do real, o Brasil se tornou, na descrição de executivos do mercado financeiro, um imenso outlet, cheio de negócios atrativos para investidores do exterior. Pesquisa da consultoria PwC mostra que, embora o número de fusões e aquisições tenha caído 12% de janeiro a setembro em relação a 2014, a participação de estrangeiros aumentou.

Base kirchnerista `esconde’ Cristina para eleger Scioli

Em busca de votos para o candidato governista Daniel Scioli, militantes Kirchneristas tentam, porta a porta, convencer eleitores argentinos moderados de que ele “não pensa” como a presidente Cristina Kirchner. (Págs. 1 e Internacional A10)
Crise em estaleiros esvazia Polo Naval de Rio Grande

Situada a 317 Km de Porto Alegre, a cidade de Rio Grande chegou a empregar 24 mil trabalhadores em seu polo naval e a crescer 20% por ano. Hoje, com a Operação Lava Jato, seus enormes galpões à beira da Lagoa dos Patos estão quase abandonados. ladrão continua solta na política.
ANA vê risco em 24 barragens do País; a de MG era ‘segura’

Dentre as 14.966 barragens catalogadas pela Agência Nacional de Águas (ANA) no País, 24 são classificadas como de alto risco pelo Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), ligado ao Ministério de Minas e Energia e responsável pelos reservatórios de minério. A Barragem do Fundão, da Samarco, em Mariana (MG), era considerada de baixo risco.

Desaparecidos são 19

Fortes chuvas atrapalham trabalhos de buscas na região e desabrigados temem saques.
Dora Kramer: Pé na estrada de 2016

Nas eleições municipais, o PT de Lula tentará sobreviver, o PMDB quer se consolidar pensando em 2018 e o PSDB pretende dar o troco.
Notas & Informações

O sono da oposição
É inacreditável que num momento de tamanho desafio para o País a oposição se faça de morta.

A derrota do arbítrio fiscal
Queda da obrigação de as empresas informarem seu planejamento tributário é derrota para o governo.

Revista Veja

Manchete: Deixem ele crescer

Na semana do desastre do eSocial, uma pesquisa inédita em 32 cidades mostra que o monstro burocrático esmaga com mais força justamente os empresários que ousam crescer e gerar empregos. É de lascar.

Teori do Casamento

Um ministro do STF pode confraternizar com advogados e lobistas do caso que ele relata?

Revista Época

Manchete: A primavera das mulheres

As mulheres tomam as ruas e as redes sociais e criam um movimento que agita o país.

ISTOÉ

Manchete: As mulheres dizem não

Não ao assédio sexual;
Não ao racismo;
Não à perda de direitos civis;
Não à intolerância;
Não ao Eduardo Cunha.
Religião: Os inimigos do Papa Francisco
Exclusivo: R$ 2,5 milhões por um voto no TCU
Congresso: Os deputados tiram direitos e atrasam o País (Pág. 1)

ISTOÉ Dinheiro

Manchete: A hyper compra da Coty

A gigante global de beleza pagou R$ 3,8 bilhões pela divisão de cosméticos populares da Hypermarcas. Conheça os bastidores do negócio e saiba por que a fabricante de perfumes de luxo Calvin Klein, Davidoff e Marc Jacobs investiu essa bolada no Brasil.

Dívida? Tô fora
A estratégia da Hypermarcas para fazer caixa e focar nos medicamentos.

Perfume de mulher
O que faz do País o terceiro maior mercado de cosméticos do mundo.

Esmalte quebrado
O impacto da venda sobre as concorrentes Natura, O Boticário e Jequiti.
Assaí: Rede de atacarejo vitamina o Pão de Açucar
Wizard: Bilionário faz golaço com Topper e Rainha
Câmbio: Como ganhar dinheiro com a volatilidade das moedas

Carta Capital

Manchete: Assim caminha o Brasil

Projetos contra mulheres e índios e a favor da posse de armas coroam o ano mais reacionário da história do Congresso. (Pág. 1)
Xenofobia: O medo acompanha os haitianos em Santa Catarina
Televisão: Para enfrentar a Globo, o projeto de união entre os concorrentes
Vatileaks N° 2: A reação conservadora contra a reforma do papa Francisco

EXAME

Manchete: Um país mais pobre

A crise atingiu uma nova fase — a da escassez do dinheiro. O lucro dos negócios cai. Famílias perdem as conquistas dos últimos anos. O crédito está mais caro. A renda per capita entrou em declínio. A recuperação pode levar uma década — e deixar mais distante o sonho de um Brasil rico.
Mercado Imobiliário: A era dos “apertamentos” veio para ficar?
Guia Exame de Sustentabilidade: Com 68 empresas destacadas em 21 setores (

Zero Hora

Manchete: As cidades onde ninguém nasce

Silvia foi fotografada com o filho Cauã no antigo hospital de Barros Cassal. É onde o menino poderia ter nascido, se o lugar não tivesse virado um posto de saúde. Assim como Barros Cassal, boa parte das cidades já não tem estrutura para partos – segundo o Datasus, em 2013, não nasceu nenhuma criança em 259 delas. O governo do Estado alega que a centralização ajuda a reduzir riscos para mães e bebês.

América Latina: “Onda rosa” perde força no continente

Crise atinge governos de centro-esquerda.
Com a palavra: Carlos Sperotto, Presidente da Farsul

Não tive oportunidade, mas também não fiz esforço para conversar com o MST.

Folha de S. Paulo

cunha-manobraManchete: `Virei um leproso’, diz ex-diretor da Petrobras

Paulo Roberto Costa, primeiro delator da Lava Jato, fala da vida após a prisão

Primeiro delator da Operação Lava Jato, o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa ainda sente a solidão dos mais de cinco meses que passou na prisão em Curitiba. “Virei um leproso. As pessoas fugiam de mim e continuam fugindo”, afirma.

Em entrevista a Mario Cesar Carvalho, a sua primeira desde que deixou a carceragem, em setembro do ano passado, e após um ano de prisão domiciliar, Costa diz que ir à padaria virou um “prazer” depois que ele foi autorizado a sair de casa das 6h às 20h, durante a semana.

Vivendo em Petrópolis (RJ), onde cumpre regime semiaberto, com tornozeleira eletrônica, começou a escrever um livro. Nele pretende relativizar o período em que recebeu cerca de R$ 95 milhões de propina para intermediar negócios entre a estatal e fornecedores.

“Não foram só oito anos de bandidagem”, afirma Costa, que dirigiu a Petrobras entre 2004 e 2012. Para ele, a gênese da corrupção na empresa é a nomeação politica para cargos de diretoria, o que faz com que o escolhido deva ao partido que o indicou.
Aécio emprestou aviões de Minas a empresários e celebridades

Registros do governo de Minas mostram que na gestão Aécio Neves (2003-2010) o Estado cedeu aviões a políticos, celebridades (como Luciano Huck) e empresários a pedido do então governador do PSDB. As viagens não encontram amparo na lei que regula o uso das aeronaves.

O tucano diz que a legislação traça apenas diretrizes e que os voos atenderam a interesses do Estado.
Samuel Pessôa: É desprezível o impacto da Lava Jato na economia

Se não houvesse a Lava Jato, a Petrobras estaria com as mesmas dificuldades, que decorrem do seu endividamento. A operação não é responsável por atraso em pagamentos, dificuldades fiscais e esgotamento das fontes de financiamento. A culpa não é da Lava Jato.
Banho de lama

Moradora se lava após tentar salvar itens em sua casa em Barra Langa, atingida pelo rompimento das barragens; lama avança em raio de 100 Km do acidente, deixando 15 cidades de MG e ES de prontidão. (Págs. 1 e Cotidiano B7)
Demétrio Magnoli e Elaine Senise Barbosa

Caso seja aplicada, proposta do MEC acabará com ensino de história no Brasil
A polícia ajuda, afirma chefe de grupo criminoso na Venezuela

Líder de uma organização criminosa na Venezuela, um dos países mais violentos do mundo, William (nome fictício) não larga sua pistola 9 milímetros ao receber a reportagem da Folha.

Especializado em sequestros, o grupo recebe apoio da polícia e de milícias, segundo ele. E se o pagamento do resgate demorar? “Começamos a mandar à família pedaços da pessoa.”
Editoriais

Leia “O dito e o não dito”, acerca das explicações de Eduardo Cunha sobre contas no exterior, e “Realinhamento eleitoral”, sobre eleição paulistana.

Manchete: o que é notícia hoje nos jornais – 06 de outubro 2015 – Dia dia do Tecnólogo


Hoje uma terça-feira, 06 de outubro de 2015, é dia do Tecnólogo, nasce o nadador Fernando Scherer. Morrem: O cientista brasileiro Adolfo Lutz (1855-1940), a atriz americana Bette Davis (1908-1989), a fadista portuguesa Amália Rodrigues (1920-1999). Castelo Branco envia ao Congresso medidas endurecendo o regime ditatorial no Brasil (1965), Emerson Fittipaldi conquista o bicampeonato de Fórmula 1 (1974), dia de São Bruno.

O Globo

Manchete : Acordo de leniência devolve R$ 1 bilhão para a Petrobras

Valor será pago pela SBM, acusada de corrupção em negócios com a companhia

Indenização está prevista em documento que será assinado nos próximos dias pela empresa holandesa e pela Controladoria Geral da União (CGU); do total, 65% serão em dinheiro e 35%, em prestação de serviços

A empresa holandesa SBM terá de pagar R$ 1 bilhão à Petrobras, depois de assinar acordo de leniência com a Controladoria Geral da União, informam FRANCISCO LEALI e SÉRGIO FADUL. Os recursos irão para a Petrobras. A SBM é acusada de pagar o equivalente a US$ 139 milhões em propinas em troca de contratos com a estatal brasileira. Pelo acordo, 65% do valor serão devolvidos em dinheiro. O restante, em prestação de serviços. A SBM pediu a inclusão de uma cláusula que lhe permita voltar a participar de licitações da estatal. Em contrapartida, até o diretor-geral da empresa holandesa poderá ser responsabilizado em caso de futuro dano à Petrobras.

Estatal corta R$ 11 bi

Com problemas de caixa, a Petrobras reduziu em R$ 11 bilhões a previsão de investimentos para 2015 e 2016.

TCU mantém análise das contas de Dilma

Mesmo com a manobra do governo para tentar adiar o julgamento, os ministros do Tribunal de Contas da União mantiveram para amanhã a sessão que analisará as contas de 2014 da presidente Dilma. A decisão foi tomada ontem, menos de duas horas após a Advocacia Geral da União (AGU) protocolar pedido de suspeição do relator, Augusto Nardes (na foto). Antes da votação, o plenário analisará o recurso do governo. (Pág. 7 e Merval Pereira)

Brasil perde mercado com pacto no Pacífico

EUA, Japão e outros dez países de Américas e Ásia assinaram o maior acordo comercial da História. Juntos, eles detêm 40% do PIB mundial. O pacto deixa o Brasil mais isolado no comércio global e ameaça US$ 31 bilhões em exportações de produtos industriais brasileiros, afirmam especialistas.

FH diz que vetou Cunha na estatal

Em novo livro sobre o dia a dia no poder, o ex-presidente FH diz que recusou a indicação de Eduardo Cunha para diretor comercial da Petrobras.

Usinas reajustam álcool em 12%

As usinas de São Paulo elevaram em 12,3% o preço do álcool combustível na semana passada. Após reajuste da gasolina pela Petrobras, aumentou a compra de álcool pelas distribuidoras.

Pauta-bomba – Governo tenta manter vetos

Depois de a presidente Dilma empossar novos ministros, o governo tentará aprovar hoje, no Congresso, a manutenção de vetos à pauta-bomba.

Venezuela acusada de 300 violações

A Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) acusou o governo de Nicolás Maduro, da Venezuela, de “totalitarismo comunicacional”, com 300 violações de liberdade de expressão em seis meses.

O Estado de S. Paulo

Manchete : TCU ignora governo e mantém votação de contas de Dilma

Julgamento deve ocorrer amanhã, após análise do pedido de suspeição contra o relator do processo, Augusto Nardes, feito pela Advocacia-Geral da União

Apesar da pressão do Planalto para adiar o julgamento das pedaladas fiscais da gestão Dilma Rousseff, o Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu manter a análise do caso para amanhã. A decisão ocorreu em reação ao pedido do governo para que o ministro Augusto Nardes seja afastado da relatoria do processo de análise das contas de 2014. O pedido de suspeição de Nardes feito pela Advocacia-Geral da União será analisado como questão preliminar, antes do início do debate sobre o mérito das contas e das pedaladas fiscais (manobras contábeis). A tendência é de que o plenário rejeite a troca do relator. A decisão de manter a sessão foi tomada após reunião de ministros, na noite de ontem, da qual participaram o presidente do TCU, Aroldo Cedraz, e o próprio Nardes. O ministro Bruno Dantas propôs abertura de prazo para o relator apresentar argumentos, como prevê o Código do Processo Civil, mas foi voto vencido. Ao Estado, Nardes disse estar “firme” na relatoria.

Caso vira bate-boca no Senado

Após a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) chamar Augusto Nardes de “golpista”, opositores reagiram e acusaram o governo de querer adiar o julgamento para evitar rejeição das contas.

Quase falida: Petrobrás vai cortar 30% de investimento em 2016 / 2017

Como agravamento financeiro, a Petrobrás anunciou novo corte de investimentos e gastos. É a segunda vez em três meses que a estatal revê o plano de negócios. O volume de cortes chega a US$ 18 bilhões e deve atingir todas as áreas, até mesmo a de Exploração e Produção. Neste ano, a estatal projeta redução de 11% nos investimentos. Para 2016, o corte chegará a 30%. Com a nova estimativa, o orçamento anual ficará abaixo de US$ 20 bilhões pela primeira vez desde 2008.

US$ 25 bilhões

É a previsão de investimentos da estatal para este ano. Em 2016, pela estimativa de cortes, o orçamento deve ficar abaixo de US$ 20 bilhões.

Doze países fecham o maior pacto comercial da história

Doze países, que representam 40% do PIB global, fecharam o maior e mais ambicioso acordo comercial regional da história, que unirá economias dos dois lados do Pacífico e será elemento crucial na estratégia americana de conter a influência da China na Ásia. A Parceria Transpacífico (TPP, na sigla em inglês) une a primeira e a terceira economias do mundo – EUA e Japão – a dez países na Ásia, Oceania e Américas: Vietnã, Malásia, Cingapura, Brunei, Austrália, Nova Zelândia, Canadá, Chile, Peru e México. (Economia/Págs. B1 e B4)

Isolamento brasileiro

Segundo especialistas, o TPP deve gerar desvios do comércio brasileiro – em especial nos manufaturados e no agronegócio – e acentua a necessidade de o País se integrar à economia global.

Dilma : ‘Temos um Brasil para governar até 2018’

A presidente Dilma Rousseff cobrou ontem da nova equipe ministerial fidelidade até 2018 e diálogo constante com Congresso, prefeitos, governadores, partidos e movimentos sociais. “Recomendo a todos muita dedicação, pois temos um Brasil para governar até 2018.” Três horas após tomar posse, o ministro Ricardo Berzoini (Secretaria de Governo), responsável pela articulação política entre Planalto e parlamentares, convocou reunião com líderes na Câmara e no Senado com o objetivo de traçar estratégia para garantira manutenção dos vetos presidenciais, que, se derrubados, podem afetar o ajuste fiscal. A avaliação no primeiro escalão é de que Dilma atendeu ao anseio das bancadas de participar do Executivo e, agora, o Legislativo terá de ajudar na governabilidade.

Vetos serão primeiro teste

A força do novo Ministério será posta à prova hoje, quando parlamentares devem apreciar vetos presidenciais que, se derrubados, põem em risco a situação fiscal. (Pág. A5)

Lava Jato apura se Cunha tem outras contas no exterior

Investigadores da Lava Jato apuram a existência de outras contas no exterior ligadas ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), além das já bloqueadas na Suíça. Segundo fontes do Ministério Público do país, o deputado foi informado do bloqueio de contas “há um bom tempo”. Não há especificação de data, mas a apuração corre desde abril. O primeiro contato teria sido feito pelo banco e um outro pela Justiça suíça. Cunha disse não ter conhecimento de “absolutamente nada” a respeito das denúncias. (Política / Pág. A7 )

FHC diz que vetou deputado na Petrobrás

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso conta no livro Diários da Presidência que em 1996, durante seu governo, recusou pedido para que Eduardo Cunha (PMDB), hoje presidente da Câmara, fosse nomeado diretor comercial da Petrobrás. “Imagina!”, reagiu FHC. O episódio foi publicado na revista Piauí. “Se houve algum movimento feito, foi sem meu conhecimento”, disse Cunha.

Morte por dengue é recorde no País

Dados oficiais mostram que o Brasil registrou em 2015 recorde de óbitos por dengue. Foram 693 casos até 29 de agosto. O levantamento começou em 1990. (Metrópole/Pág. A12)

Ilan Goldfajn

A arte de cortar na carne – Para um ajuste fiscal de 3,5% do PIB é necessário aprovar reformas no Congresso. Algo me diz que continuaremos discutindo aumento de imposto.

Notas&Informações

Uma afronta às instituições – Magistrados são mandados às favas e petistas se transformam em “guerreiros do povo brasileiro”

Dilma e o Velho do Restelo – Lançado por Dilma como prova da vitória do governo sobre os “pessimistas”, o Minha Casa Melhor acabou

Zero Hora

Antes de votação, TCU avalia ação contra relator

Sessão que julgará contas do governo Dilma de 2014 está confirmada para amanhã. Planalto tenta impedir voto de ministro que sugeriu rejeição do balanço e cogita recorrer ao Supremo (Notícias | 6, 7, 18 e 19)

EUA, Japão e mais 10 criam bloco de livre comércio

Tratado para conter atuação da China abrangerá 40% da economia global

Folha de S. Paulo

Manchete : Dilma vai recorrer ao Supremo se TCU não afastar relator

Governo acusa o ministro Augusto Nardes de antecipar voto; tribunal manteve votação marcada para quarta (7)

O governo Dilma vai recorrer ao STF (Supremo Tribunal Federal) para tentar anular o julgamento das contas da presidente pelo TCU (Tribunal de Contas da União) se ele ocorrer com a participação do ministro Augusto Nardes, relator do processo. O Planalto o acusa de antecipar seu voto em entrevistas, demonstrando parcialidade na conduta do processo. O ministro nega. Nesta segunda-feira (5), o ministro Luís Inácio Adams (Advocacia-Geral da União) protocolou no tribunal o pedido de afastamento.

O presidente do TCU, Aroldo Cedraz, após reunião com os ministros, decidiu manter o julgamento nesta quarta-feira (7) e discutir o pedido da AGU no início da sessão. A decisão foi considerada uma derrota para a ofensiva governista. Há poucas chances de o pedido de afastamento de Nardes ser aceito. A equipe da presidente Dilma também já dá como certa a rejeição das contas no julgamento do tribunal. Para o governo, o resultado será usado politicamente, mesmo que a derrota não gere argumento jurídico para a abertura de um processo de impeachment, como defende a oposição.

Com 40% do PIB, 12 países criam o maior bloco de livre-comércio

Doze países que formam cerca de 40% da economia mundial, entre eles EUA e Japão, concluíram a Parceria Transpacífico, maior acordo regional de comércio da história. Haverá corte de tarifas de importação e regras uniformes para setores como investimentos e ambiente. As exportações brasileiras podem encolher 2,7%, dizem economistas. (Mercado a13)

Em livro, FHC diz que barrou ida de Cunha à Petrobras

Em livro de memórias a ser lançado, o ex-presidente FHC (PSDB) diz que barrou indicação feita em 1996 por deputados para que Eduardo Cunha (PMDB-RJ) assumisse a diretoria comercial da Petrobras. O atual presidente da Câmara e outros políticos citados negam que tenham se movimentado pela nomeação na estatal. (Poder a8)

Bancários de 20 Estados e do DF em greve a partir de hoje

Gestão Alckmin torna projetos de transporte ultrassecretos

A gestão Alckmin (PSDB) tornou ultrassecretos documentos sobre o transporte público metropolitano de SP, entre eles os do Metrô, informam André Monteiro e Artur Rodrigues. A população terá de esperar 25 anos para saber as razões de atrasos em obras. A segurança de bens de “interesse estratégico” está entre os motivos que justificam o sigilo. (Cotidiano b1)

Painel

Só muita conversa freia crise política, diz Jaques Wagner

Novo chefe da Casa Civil, o ministro Jaques Wagner afirma que “milagres” não acontecem, e só “muita conversa” é capaz de resolver a instabilidade política. Sua primeira missão à frente da pasta será apagar a imagem de uma Casa Civil fechada ao diálogo e aos partidos aliados do governo.

Vinicius Torres Freire

Acordo mostra o quanto o Brasil está alienado

O acordo Transpacífico cria condições de comércio que se tornam itens elementares de qualquer tratado. Como o Brasil não participa dessas tratativas, se e quando tentar fazê-lo, terá de dançar conforme a música já escolhida por outros. Estamos alienados do mundo.

Tecnologia

Sim, ‘GTA’ é tão bom para seu cérebro quanto exercícios de lógica
Luli Radfahrer: Problemas vs. mistérios
App permite acionar sirene para chamar atenção para abuso no metrô
Xiaomi lança Redmi 2 Pro, segundo smartphone da empresa no Brasil
LinkedIn vai pagar US$ 13 milhões a usuários por enviar muitos e-mails
Facebook vai oferecer internet via satélite para regiões pobres da África
Meme da ‘senhora’ que foge de entrevista vira jogo para smartphone
O acidente quase fatal que levou à criação do Emoji e deixou seu fundador milionário
Twitter confirma cofundador como presidente-executivo
Ronaldo Lemos: Políticos com medo da internet
Confira o transmissor FM para carros e outras compras tecnológicas
Homem vira dono do Google.com por US$ 12, mas só por um minuto
Apple Watch será vendido no Brasil a partir de 16 de outubro
#hashtag: Marjorie Estiano é fofa, acreditem
Google leva veterano da Hyundai para chefiar projeto de carro autoguiado
Snapchat vai cobrar para produzir lentes personalizadas para empresas
Blog de Tec: A pornografia chega ao celular
Google vai oficializar mudança de nome para Alphabet nesta sexta
Anatel homologa, e Apple TV poderá ser vendida no Brasil
Chefe do Twitter vai enfrentar conflito de interesses se for efetivado no cargo
App para paquerar com quem você cruzou na rua recebe R$ 60 milhões
Quatro dicas para ‘salvar’ o cabo de seu celular
Óculos de realidade virtual fazem alunos viajarem sem sair da escola

O que é notícia hoje 06 de setembro 2015 – Dia do Alfaiate, do Barbeiro e do Cabeleireiro


Hoje um domingo 6 de setembro de 2015, Lula e Dilma segue enrolados e denúncias começam a serem apuradas pelo Procurador Geral da República, hoje é dia do Alfaiate, do Barbeiro e do Cabeleireiro, nasce o cantor Roger Waters, independência da Estônia, Letônia e Lituânia (1991), dia de Santo Eleutério, São Liberato de Loro.

O Globo

Manchete: Em seis anos, 40% dos professores vão se aposentar

Responsável por estudo, secretário do MEC diz que quadro é preocupante

Quantidade de alunos se formando para dar aulas caiu 16% entre 2010 e 2012, segundo dados oficiais

Um relatório inédito feito pelo Ministério da Educação mostra que, ao longo dos próximos seis anos, 40% dos cerca de 507 mil professores do ensino médio brasileiro atingirão as condições de idade e tempo de contribuição para se aposentar, revela RENATA MARIZ. Responsável pelo estudo, o secretário de Educação Superior, Jesualdo Pereira Farias, diz que o governo deve se preocupar com a previsão. O quadro é agravado pela diminuição no número de formandos nos cursos de licenciatura em disciplinas da educação básica: segundo o Censo do MEC, houve uma queda de 16% entre 2010 e 2012.

A onda solidária depois da tragédia

Sensibilizados com as mortes de imigrantes no mar e em terra, moradores de Alemanha, Hungria, Áustria e Inglaterra se mobilizam para ajudar refugiados que chegam à Europa. Enquanto governos se dividem e enfrentam ondas de xenofobia, pessoas abrem suas casas, com a hashtag #naufragiodahumanidade tomando a rede após o afogamento do menino sírio. Ontem, Áustria e Alemanha receberam 9 mil pessoas.

Verissimo: Precisamos de esperança para não naufragar também

Dorrit Harazim: Imagem de menino revela a falência da civilidade

Fica pronta primeira arena olímpica

De Isabel a Dilma: Regente por três vezes, princesa Isabel governou o país sob fogo amigo e conspirações.
Onde o voto está

Programa “Onde o povo está”, da TV Câmara, grava deputados em suas bases e garante propaganda gratuita.
Lava-Jato dá crias

Operações nos estados mostram que esquema usado na Petrobras se repete pelo país.

Editorial: “O lulopetismo e a trajetória de José Dirceu”
Elio Gaspari

Turma do “bunker” no Planalto queima o governo.
Fernando Gabeira

Pixuleco mostra que PT perdeu o humor.
Míriam Leitão

O papel do vice em um governo impopular.

Folha de S. Paulo

Manchete: Governo precisa de mais tempo, diz Mercadante

Ministro da Casa Civil credita grande parte da crise à economia mundial, mas reconhece que governo foi além do que podia na política anticíclica

O ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante (PT), diz que fatores como a economia internacional não permitiram ao governo “realizar suas expectativas” e pediu tempo para resolver a crise. “Temos quatro anos para cumprir”, disse à Folha.

Ele reconhece, porém, que a gestão Dilma “foi além do que podia” na política anticíclica, na desoneração de impostos e que o governo errou no diagnóstico, no final do ano passado, do impacto da crise internacional na economia brasileira.

Para Mercadante, 2014 é um “ano que não acabou para a oposição” e que, “se melhorar o ambiente político, sairemos mais rápido [da crise]”. Em sintonia com a estratégia do governo, defendeu Joaquim Levy como chefe da equipe econômica.

Braço direito de Dilma, ele disse ainda que a fala de Michel Temer sobre o risco de o governo não resistir até 2018 com baixo prestígio estava “fora de contexto”.
Painel

Para evitar panelaço, pronunciamento de Dilma do 7 de Setembro será restrito à internet.

Fala polêmica de Temer deflagra operação para derrubar Dilma

Congressistas que articulam pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff avisaram Michel Temer que só agiriam após indicação clara de que ele está disposto a assumir o governo.

Para o grupo de políticos influentes, o sinal verde foi dado quando o vice disse que a petista não terminará o mandato se continuar com baixa popularidade.

Desoneração de tributos tira R$ 458 bilhões da gestão Dilma

Cálculo de auditores da Receita aponta que as desonerações de tributos dadas pelo governo da presidente Dilma desde 2011 somarão cerca de R$ 458 bilhões em 2018, ao fim deste mandato. O dinheiro poderia custear o Bolsa Família por 17 anos.

A política começou com Lula em 2008, para estimular o crescimento e atenuar os efeitos da crise global, e cresceu sob Dilma. (Pág. Mercado A17)
Chegada de refugiados cria caos na fronteira Hungria-Áustria

Um rastro de roupas e outros itens pessoais abandonados sinaliza a rodovia por onde passaram os ônibus cedidos pelo governo da Hungria para levar refugiados até a Áustria, relata o enviado especial Leandro Colon.

Segundo a polícia austríaca, mais de 6.000 pessoas entraram no país até o início da tarde deste sábado (5). Parte da divisa foi fechada para carros e caminhões, causando mais de 20 km de congestionamento.

Gestão Haddad deixa no papel 64% das obras na periferia

A pouco mais de um ano da eleição em São Paulo, na qual Fernando Haddad (PT) tentará a reeleição, duas de cada três obras prometidas pela prefeitura na periferia ainda estão na estaca zero.

De 751 projetos, 479 não começaram. A falta deles tem gerado, por exemplo, inundações em casas e peregrinação por hospitais.

A prefeitura atribui o problema à falta de repasses do governo federal, que nega haver atrasos.

Miguel Srougi: Governo insiste no Mais Médicos, que é apenas um embuste sem fim

Para o governo. os médicos resistiram ao programa Mais Médicos por interesses corporativos e ideológicos. Em vem de insistir em programas ficcionais, o certo seria adotar medidas como a valorização do Saúde da Família e a resgate da rede hospitalar do SUS, sob gestão de organizações sociais sérias. (Pág. Opinião A3)

Editoriais

Leia “Ambiente de risco”, sobre problemas econômicos do país, e “Fotografia da crise”, a respeito de refugiados que tentam chegar à Europa.

Tecnologia

Brasileiros no site de traição Ashley Madison temem ser descobertos após vazamento
Snowden critica Rússia por controlar web e diz que país foi ‘ultima opção’
Da Vinci ‘ressurge’ como androide para interagir com turistas em museu
BlackBerry comprará rival Good Technology por US$ 425 mi
Google espera voltar à China ainda em 2015, diz site
Guitarra com iPhone embutido dispensa amplificadores e pedais
Como escolher os melhores fones de ouvido?
Toyota quer fazer carros autônomos em parceria com Stanford e MIT
Empresa processa Google e alega que Waze copiou banco de dados
WhatsApp atinge marca de 900 milhões de usuários ativos por mês
Apple, Google, Intel e Adobe fazem acordo de R$ 1,5 bi em ação trabalhista
Estudo diz que tempo extra em frente às telas prejudica notas de estudantes
Ataque hacker contra o Ashley Madison preocupa sites de pornografia
Com mais conforto e app de reservas, táxis de NY contra-atacam Uber
Lenovo mostra em feira smartphone com duas câmeras frontais para selfies
Justiça manda Facebook remover perfis falsos de empresa brasileira
Adolescente britânico envia fotos nu pelo celular e caso é registrado como crime
Google deve exibir primeiros celulares com novo Android no fim de setembro
Playstation 4 feito no Brasil terá preço 35% menor que versão importada
Disney aposta em vídeos no YouTube para divulgar brinquedos de Star Wars
‘Impotentes e frustrados’ são os mais agressivos na internet, diz psicóloga
Empresa brasileira lança app que notifica localização do usuário para amigos
Snapchat atinge marca de 4 bilhões de vídeos assistidos diariamente no app
Eletronic Arts define data de início da pré-venda do game “Fifa 16”
Maternar: Aos 40, chefona do Yahoo anuncia gravidez e curta licença-maternidade
Em feira, Huawei antecipa Apple com celular que reconhece força do toque
Em hotéis do Vale do Silício, robôs são responsáveis pelo ‘room service’
Google e Microsoft se aliam para criar formato gratuito para vídeos
Flamengo escolhe concorrente e está fora do Fifa 16
Xiaomi pode entrar no mercado de notebooks a partir de 2016, diz site

Esportes

Dunga sinaliza que Neymar vai continuar na reserva contra os EUA
Fundamental na vitória do São Paulo, Ganso é elogiado por Osorio
Criados no Palmeiras, pacato Gabriel e festeiro Love protagonizam clássico
Gabriel Jesus já ficou um mês em teste no Corinthians
Após decepção em Mundial, judô liga alerta, mas mantém otimismo
Sport e Santos fazem jogo do ‘sobe e desce’
Após ir para Atlanta de bicicleta, catarinense quer voltar para Rio-2016
Sair na pole na Itália nunca é uma garantia de sucesso, diz Hamilton
Futebol e sumô ‘de bolha’ são atração em shopping da Grande São Paulo
Tostão: Sábios das pranchetas
PVC: Craque via internet
Juca Kfouri: Ladrão! Ladrão! Ladrão?
Murray elimina Bellucci no US Open; Federer também avança
Hoje na TV: Palmeiras x Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro