Uber muda forma de pagamento quando o cliente não utiliza o cartão de crédito


A empresa Uber  implantou uma nova medida de segurança no aplicativo: agora, os passageiros que desejarem fazer o pagamento em dinheiro terão que informar seu CPF e data de nascimento ao pagarem.

A princípio, a medida será válida somente para a cidade de São Paulo, mas em breve deve se estender para outras capitais. Quando o motorista finalizar a corrida, o passageiro deverá informar os dados solicitados em uma janela que aparecerá no aplicativo.

Segundo comunicado enviado aos motoristas parceiros, a medida é uma forma de prevenção aos assaltos contra motoristas, que se tornaram mais frequentes desde que a plataforma começou a aceitar o pagamento em dinheiro.

“Ao longo dos últimos meses, temos ouvido as preocupações de motoristas parceiros a respeito da violência urbana, que impacta toda a comunidade e continua sendo um dos maiores desafios no Brasil. É por isso que trabalhamos em diversas adaptações de produtos pensando especialmente no Brasil”, diz o comunicado enviado.

Uber atualiza aplicativo e agora esconde do motorista forma de pagamento


Os Motoristas do aplicativo Uber que atualizaram seus aplicativos esta semana dizem que, desde então, não conseguem saber com antecedência se a corrida será paga com cartão ou dinheiro. Eles dizem que só têm essa informação após o passageiro embarcar.

Antes, já sabiam a forma de pagamento quando recebiam o chamado, sem que o passageiro embarcasse. A medida, segundo os motoristas, seria uma forma de o Uber evitar a recusa de corridas pagas em dinheiro.

Eles dizem que começaram a recusar para evitar assaltos. No grupo Uber Motoristas do Brasil, no Facebook, existe até um perfil do passageiro potencial assaltante: mulher, com pagamento em dinheiro e avaliação cinco estrelas.

Um motorista cadastrado de 50 anos que pediu anonimato disse que teme virar alvo de criminosos.

“O pagamento em dinheiro é um risco a mais. Precisamos nos munir de mais segurança. Saber da forma de pagamento antes era uma das maneiras de fazer isso”, conta ele, que atualizou o aplicativo na quarta-feira (16).

O Uber disse que as informações a que os motoristas tinham acesso não mudaram. “Antes, eles conseguiam ver a forma de pagamento antes de iniciar uma viagem. Agora, também”, diz a assessoria do aplicativo.

Facebook faz parceria com aplicativo Uber para oferecer serviço de transporte


Conselho de Transportes Urbanos propõe debate sobre aplicativo Uber

O Facebook anunciou uma parceria com o serviço de transporte com motorista Uber, que será integrado ao Messenger da rede social. A parceria, é parte dos testes que o Facebook pretende fazer para agregar funcionalidades de transporte ao Messenger.

A princípio, o serviço será oferecido a alguns usuários de determinadas cidades dos Estados Unidos. No entanto, o Facebook pretende, em breve, expandir o uso do Uber pelo Messenger para outras cidades do mundo. Ainda segundo a rede social, o uso da nova ferramenta será tão simples quanto enviar uma mensagem.”Hoje, ampliamos os serviços disponíveis com o lançamento dos transportes no Messenger. Graças a esta ferramenta, você poderá reservar um trajeto de carro sem necessidade de baixar um aplicativo a mais, ou interromper uma conversa”, disse a empresa em comunicado.

Uber: app para pedir “caronas pagas”.


uberO Uber é um aplicativo que conecta passageiros a motoristas em uma espécie de “carona paga”.

Disponível para iOS, Android e Windows Phone, o programa funciona de forma similar aos aplicativos de táxi, mas além do usuário pedir carros, ele também pode se registarar para ser um motoritas.

No Uber, a corrida é paga diretamente pelo aplicativo, pois o usuário deve cadastrar seu cartão de crédito antes da corrida.

Clique aqui para fazer o download do aplicativo.