Volkswagen chega recheada de novidades para linha 2017 / 2018, veja preços e quando chega ao mercado


Linha da Volkswagen chega recheada de novidades para 2017 e 2018, confira preços e quando chega ao mercado brasileiro.

Nova geração do Tiguan

 

new-2017-vw-tiguan-7

Primeiro SUV feito em cima da plataforma modular MQB – de Golf e Audi A3, a nova geração do Tiguan chega ao Brasil até o fim de 2017. O Utilitário agora ostenta formas quadradas e novas dimensões: cresceu 6 cm no comprimento, 3 cm na largura e 7,6 cm no entre-eixos em comparação a geração anterior. O carro virá importado do México e deverá ter motores 1.4 TSi de 140 cv e 2.0 TSi de 220 cv. Os brasileiros tiveram uma prévia no motorshow paulistano quando o SUV foi exibido na versão híbrida GTE e cortado ao meio para demostração da tecnologia.

Preço: R$ 130 mil a R$ 155 mil
Estreia: 1° semestre 

Volkswagen Up! reestilizado

novo-up-2017-painel-1

Em fevereiro desse ano, a VW lançoupara o Salão de Genebra, na Suíça, a primeira reestilização do UP. Mas já? Vale lembrar que o UP foi lançado em 2011 na Europa, mas só chegou ao Brasil três anos depois. Em 2017, o carrinho completa três anos por aqui – prazo médio que as fabricantes realizam facelift em seus carros. A repaginada é discreta, com poucas alterações nos para-choques, lanternas e faróis. No Velho Continente o Up ainda ganhou uma central multimídia mais completa e com som da grife Beats, coisa que certamente não deve aparecer por aqui

Preço: R$ 40 mil a R$ 55 mil
Estreia: 2° semestre 

Golf reestilizado 2018

golf-turbo-seguro-cores

Lançado em 2014, o Golf vai entrar naquela época de transição e mais próximo do facelift de meia-vida em 2017. E a VW já mexeu no carro lá fora. Pouco, é verdade. Os faróis e lanternas ganharam LEDs, os para-choques foram esticados e o motor 1.4 TSi virou 1.5 EVO – justamente uma evolução do 1.4. Em vez dos 140 cv (na Europa), o hatch mpedio passa a ter 150 cv.

O carro ostenta ainda uma central multimídia mais moderna com tela de 9,2, que pode ser controlada por gestos. Essa reestilização deve chegar aqui no final de 2017 – já como modelo 2018.

Preço: R$ 90 mil
Estreia: 2° semestre

Nova Amarok

01zslides-2017-volkswagen-amarok-facelift-amarok

A Volkswagen já lançou a Amarok reestilizada no Brasil. E a maior novidade da picape é o novo V6 3.0 Turbodiesel. Por ora essa motorização é exclusiva para Europa e Argentina, onde é feita. Ela só aparece no Brasil no final de 2017 em uma versão chamada Aventura. São 224 cv e 56 mkgf de torque. Por enquanto a picape é vendida com o mesmo 2.0 litros turbodiesel com potências de 140 cv ou 180 cv, dependendo da versão. O facelift é brando, com faróis, grade, para-choques e faróis de neblina levemente remodelados.

Preço: R$ 180 mil 
Estreia: Junho

Novo Gol GT

 

vw-gol-2017-6

De surpresa a sucesso no salão do Automóvel de São Paulo. A repercussão foi tamanha no motorshow paulistano (#voltaGolGT) que a VW vai produzir a reinterpretação moderna do lendário Gol GT, de 1984. Em versão limitada de 500 unidades, o Gol GT será uma homenagem a despedida atual do ciclo de vida do hatch, que vai ganhar uma nova geração em 2018. O motor ainda não foi definido, mas o compacto pode vir com o 1.6 litro aspirado de 104 cv ou até mesmo o 1.0 turbinado de 125 cv.

Preço: n/a
Estreia: 2° semestre 

Volkswagen Breeze 2018

volkswagen-t-cross-breeze-concept-inline1-2-photo-cores-seguro-taxa-zero-sair-linha-original

O Breeze faz parte do pacote de investimentos de R$ 10 bilhões e quatro novo veículos que volkswagen terá no Brasil até 2018. O carro se situará abaixo do Tiguan. O inédito SUV é feito sob a plataforma MQB-Ao, uma variação da usada no golf e que dará origem a nova família do Gol. O Breeze pode surgir já no final do ano que vem como linha 2o18. E não é difícil imaginar que o SUV tenha a opção do motor 1.0 TSi de 125 cv, que está sob o capô do Golf. É possível ainda que ele tenha uma versão mais potente. Aí seria o 1.4 TSi flex de 150 cv.

Preço: R$ 90 mil a 110 mil
Estreia: 2017/2018

Audi TT 2016, preço e avaliação


A nova geração do esportivo compacto TT, que agora é construído sobre a plataforma MQB (modular de motor transversal) do Grupo Volkswagen, a mesma utilizada pelo Volkswagen Golf 7 e pelos Audi A3 e Q3, entre outros modelos.

O carro chega às lojas nas próximas semanas custando o mesmo que a geração atual: são duas versões de acabamento, Attraction, a partir de R$ 209.990; e Ambition, com adição de sistema multimídia mais completo (com GPS), rodas de 19 polegadas, para-choques e saias laterais mais musculosos e faróis full-LED, por iniciais R$ 229.990.

“O novo TT será mais um sucesso da Audi, que vem crescendo no Brasil na contramão do mercado desde o ano passado. Ele terá uma campanha de marketing muito agressiva. É bullying com a concorrência”, afirma Herlander Zola, ex-Volkswagen e atual Diretor de Marketing da Audi.

O catálogo com a diferenciação das duas configurações será disponibilizado no site da empresa nos próximos dias, mas para desestabilizar os rivais a Audi aposta em mais força e tecnologia de ponta. Se o primeiro “item” é fundamental em modelos do segmento, o segundo pode ser um fator decisivo para compra em um mundo com pessoas cada vez mais conectadas.

Entre as novidades tecnológicas externas estão os faróis e lanternas inteiramente de LED. Por dentro, reformulação total do painel e dos bancos (formato e revestimento), com destaque para o quadro de instrumentos totalmente digital e personalizável: o motorista escolhe quais funções e imagens quer exibir.

O motor utilizado segue sendo o 2.0 TFSI, com turbo, injeção direta de gasolina e comando de válvulas variável. A diferença é que há novo ajuste para entrega de 230 cavalos máximos (eram 211 cv até então). Quem o comanda tudo é a excelente transmissão S-Tronic, automatizada de dupla embreagem e seis marchas.

20 anos depois…

Se o TT original foi criado com perfil “redondinho” e invocado, em 1995, por Peter Schreyer — um dos papas do design automotivo global e atual presidente-executivo do grupo coreano Hyundai-Kia –, o modelo 2015 ganha desenho mais retilíneo e inspirado pelos novos R8 (superesportivo de quase R$ 1 milhão) e R18 (carro híbrido de competição), que só de longe lembra o original.

Trata-se da nova cara para os modelos da marca premium do grupo Volks. No Brasil, o TT será o primeiro modelo a rodar com esta nova identidade. As variantes Roadster (conversível) e TTS (linha mais esportiva) chegam ao país no segundo semestre.

Preço:

R$ 209.990

tt2

Um VW Gol por quase 50 mil, versão Rock in Rio é apresentada


Tem que ter muita coragem ou ser muito fan da marca para dar quase 50 mil em um Gol com algumas faixas laterais e faróis escurecidos. Marca já tinha divulgado o Fox Rock in Rio semana passada.

Oferecido pelo preço inicial de R$ 45.410, o hatch traz faixas adesivas nas laterais com a silhueta de instrumentos musicais, grade dianteira com formato de colmeia, faixas pretas nas colunas centrais, além de faróis duplos e lanternas escurecidas.

Por dentro, há mais referência ao festival musical, que acontece entre 18 e 20 de setembro e de 24 a 27 de setembro, e é patrocinado pela montadora. As soleiras das portas dianteiras também receberam apliques com o tema do evento, os pedais possuem capa de alumínio e os bancos trazem revestimento exclusivo. Também há molduras em vermelho nas saídas de ar e na alavanca do câmbio.

O Gol Rock In Rio é equipado com direção hidráulica, sistema de som com rádio CD-Player, Bluetooth e entradas SD Card, USB e auxiliar. Além desses itens encontrados na configuração Comfortline, o edição especial acrescenta  volante multifuncional e sensor de estacionamento traseiro, itens usualmente vendidos como opcionais.

O Gol Rock in Rio será ofertado em cinco opções de cores: as sólidas Branco Cristal, Vermelho Flash e Preto Ninja; e as tonalidades metálicas Azul Night e Prata Sírius.

Fox Rock in Rio custa “apenas” R$ 50.190


O que leva um ser humano lúcido pagar mais de 50 mil reais em um Fox cuja mudanças em relação aos modelos comuns são apenas detalhes estéticos e de acabamento, porém com mais R$ 1.590, há o topo de linha Highline com o novo propulsor de 16V.

Por fora, o modelo dispõe de rodas de liga-leve Colina de 15 polegadas (as mesmas usadas pelo falecido Polo), faixas adesivas com silhuetas de instrumentos musicais nas laterais, retrovisores na cor “Chrome Effect” e para-lamas dianteiras com o nome do evento.

Há ainda grade dianteira com formato tipo colmeia em preto brilhante e com friso na cor “Siberian”, acabamento em preto nas colunas centrais e no suporte de placa traseiro, lanternas traseiras escurecidas e defletor traseiro.

O “carrinho” oferece cinco opções de cores: as sólidas Branco Cristal, Vermelho Tornado e Preto Ninja; e as metálicas Azul Night e Prata Sargas.

A Volkswagen informa que esse veículo apresenta as seguintes funcionalidades:

  • Direção hidráulica;
  • Sistema de som com CD Player;
  • MP3 e entradas USB e auxiliar;
  • Ar-condicionado;
  • Conjunto elétrico;
  • Sensores de Estacionamento Dianteiro;
  • Sensores de Estacionamento Traseiro;
  • Banco do Motorista com regulagem de altura;
  • Faróis de Neblina;
  • Volante multifuncional, que apresenta ajuste de altura e também de distância;
  • Coluna de Direção com regulagem de altura e também de profundidade;
  • Computador de bordo I-System, além de outros tantos equipamentos.